ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Condenado a 13 anos, homem que matou esposa com facada nas costas

Ministério Público entrou com um recurso na justiça, pedindo um aumento na pena

Por Adriano Fernandes | 20/09/2019 23:59
Rufino sendo submetido ao julgamento na cidade. (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)
Rufino sendo submetido ao julgamento na cidade. (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)

Rufino Rocha, 43, foi condenado a 13 de prisão por ter matado a sua esposa, Rosângela da Silva Coelho , de 41 anos, com uma facada nas costas em maio do ano passado em Rio Brilhante, cidade a 163 quilômetros de Campo Grande.

Durante o seu júri popular nesta quinta-feira (19) na cidade, foi fixada uma pena inicial de 16 anos de prisão, por homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima. No entanto, o conselho de sentença afastou a qualificadora de feminicídio, o que resultou na diminuição da pena para 13 anos e 4 meses de prisão em regime fechado.

A pedido dos familiares, inclusive dos três filhos do casal, o promotor de justiça Jorge Ferreira Neto Junior do Ministério Público, já apresentou recurso noao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do sul com pedido de aumento de pena.

O crime

Rosângela foi esfaqueada no dia 1 de Maio de 2018 em frente à residência do casal, na Travessa Jercem, no Bairro Vila Nova Esperança. Ela ainda foi socorrida para o hospital de Rio Brilhante, mas não resistiu e morreu pouco tempo depois.

O suspeito que era casado com a vítima a cerca de 30 anos e tinham três filhos em comum, foi preso horas depois do crime pela Polícia Militar, próximo a estação rodoviária da cidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário