ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Homem que matou professora com 36 facadas será julgado em outubro

Feminicídio ocorreu em março do ano passado em Corumbá

Por Gabriel Neris | 22/09/2020 12:19
Nádia, vítima de feminicídio, e Edevaldo, réu confesso (Foto: Reprodução/Diário Corumbaense)
Nádia, vítima de feminicídio, e Edevaldo, réu confesso (Foto: Reprodução/Diário Corumbaense)

A Justiça marcou para 21 de outubro o julgamento de Edevaldo Costa Leite, de 32 anos, réu confesso pelo assassinato da professora Nádia Sol Neves, em Corumbá, a 419 km de Campo Grande.

A professora foi morta no dia 10 de março de 2019, data em que comemorava 38 anos, no Bairro Universitário.

De acordo com o Diário Corumbaense, o rapaz não aceitava a separação e no dia do crime esperava pela vítima em casa. Houve uma discussão, quando ele pegou uma faca e golpeou a professora por 36 vezes, atingindo-a nas costas, tórax, rosto e braços.

Nádia foi socorrida e levada para a Santa Casa de Corumbá, mas não resistiu aos ferimentos. O rapaz está preso por feminicídio.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário