ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Idosa de 76 anos vivia em asilo onde mulher de 86 também morreu por covid-19

Funcionários e idosos do asilo fizeram testes rápidos e estão sendo monitorados pelo órgão de saúde

Por Viviane Oliveira | 23/04/2020 11:31
A idosa de 76 anos morreu nesta manhã no Hospital Auxiliadora (Foto: divulgação/Instagram) 
A idosa de 76 anos morreu nesta manhã no Hospital Auxiliadora (Foto: divulgação/Instagram)

Internada desde o dia 16 de abril na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), a mulher de 76 anos que morreu nesta manhã (23) em razão da covid-19 era da mesma casa de repouso, onde vivia a primeira vítima da doença na cidade, uma mulher de 86 anos.

Segundo a assessoria de imprensa da SMS (Secretária Municipal de Saúde), funcionários e idosos da casa de repouso fizeram testes rápidos e agora são monitorados pelo órgão. Cinco profissionais de saúde da unidade testaram positivo para a doença.

O 1º óbito no município da idosa de 86 anos foi registrado no dia 15 de abril. Depois de 2 dias, a mulher que faleceu nesta manhã foi internada no Hospital Auxiliadora e morreu uma semana depois. Ela tinha outras patologias, como hipertensão, doença neurológica crônica e Alzheimer.

Segundo a casa de apoio, em nota publicada na rede social, após a confirmação da doença na primeira idosa, aumentou-se as precauções, orientações aos funcionários e o prazo do isolamento social, assim como foi feita higienização das calçadas e de toda a parte externa e interna da unidade com água e cloro, por empresa especializada.

“Em relação aos funcionários sintomáticos, todos foram afastados por pelo menos 14 dias, respeitando esse prazo mesmo após a negativação da maioria dos exames. Os idosos assintomáticos estão distribuídos na parte interna da casa com funcionários exclusivos e sem contato com a parte externa da casa. Os idosos confirmados para a doença estão isolados nas suítes externas da unidade com funcionários exclusivos e sem contato com a parte interna da casa”, informou o texto.

O 2º óbito registrado em Três Lagoas foi de José Francisco Marques Neto, 87 anos, na última terça-feira (21). Ele foi o primeiro prefeito de Brasilândia e também vereador em Três Lagoas. O idoso estava internado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora.