A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

27/04/2019 09:44

Idosa morre com suspeita de gripe H1N1 após ficar 8 dias internada

Moradora da zona rural de Batayporã pode ser a terceira vítima da Influenza A em Mato Grosso do Sul

Izabela Sanchez
Ilda do Nascimento Neves, 62, pode ser a terceira vítima de gripe em Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação)Ilda do Nascimento Neves, 62, pode ser a terceira vítima de gripe em Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação)

Ilda do Nascimento Neves, 62, faleceu na tarde de sexta-feira (26) com suspeita da gripe A H1N1. Ela ficou mais de 8 dias internada em Nova Andradina, a 300 km da Capital, e foi transferida para Dourados na sexta-feira, mas sofreu três paradas cardiorrespiratórias durante o trajeto.

Segundo o site Nova News, Ilda vivia na zona rural de Batayporã, a 311 km de Campo Grande. Ao portal, a secretária de saúde do município, Marcela Leite declarou que os exames da idosa foram coletados em uma unidade hospitalar em Nova Andradina e encaminhados para um laboratório em Campo Grande para análise.

Se for confirmada, a idosa será a terceira vítima da doença em Mato Grosso do Sul. A SMS (Secretaria Municipal de Saúde) de Três Lagoas confirmou uma morte por gripe na cidade, segunda no estado. Conforme divulgou a SES (Secretaria de Estado de Saúde) no último boletim epidemiológico, a primeira morte foi em Corumbá.

O paciente de Três Lagoas teve gripe A (H1N1) e o de Corumbá, morreu em janeiro e teve influenza A (H3N2). Neste ano, foram notificados 302 casos de gripe em Mato Grosso do Sul e três foram confirmados por meio de exame laboratorial.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions