A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

17/12/2015 20:07

Índios liberam refém após negociação com subsecretária de Políticas Índígenas

Thiago de Souza
Refém cumprimenta subsecretária que negociou liberação dele nessa tarde. (Foto: Divulgação)Refém cumprimenta subsecretária que negociou liberação dele nessa tarde. (Foto: Divulgação)

O supervisor de Educação Escolar José Borges da Silva, foi liberado no fim da tarde de hoje (17), após ter ficado refém de lideranças indígenas desde às 8 horas. A revolta dos índios se deu por conta da eleição de uma professora não-índia para a direção de uma escola da Aldeia Urbana Aldeinha, em Anastácio, a 135 quilômetros da Capital.

Os índios pediram a presença da subsecretária de Políticas Públicas para População Indígena, Silvana Dias de Souza Albuquerque. Ela estava em Miranda e se deslocou para a aldeia onde negociou com os índios e prometeu agendar um encontro com o governador Reinaldo Azambuja e com a secretária Estadual de Educação Maria Cecília Amêndola da Motta.

Os índios não aceitam uma lei sancionada em julho deste ano, que diz que qualquer pessoa pode assumir a direção de uma escola indígena no Estado. Segundo os nativos, a lei fere a tradição local, onde os caciques e lideranças das aldeias escolhem o diretor da escola. 

Segundo Silvana, o professor que foi mantido refém, agradeceu bastante a atuação dela, caso contrário passaria a noite retido na aldeia. Ela vai protocolar, na próxima segunda-feira (17), o pedido de encontro com o governador. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions