A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

15/02/2019 10:40

Juiz revoga prisão de empresário ferido em atentado planejado pela mulher

Mesmo internado, José Pereira Barreto foi autuado em flagrante por porte e posse de armas; juiz estipulou fiança de dez salários

Helio de Freitas, de Dourados
Caminhonete usada por empresário bateu em fachada de empresa após atentado a tiros (Foto: Adilson Domingos)Caminhonete usada por empresário bateu em fachada de empresa após atentado a tiros (Foto: Adilson Domingos)

O juiz da 1ª Vara Criminal Luiz Alberto de Moura Filho concedeu liberdade provisória ao empresário José Pereira Barreto, 38, preso em flagrante por porte e posse ilegal de armas na quarta-feira (14) após sofrer atentado a tiros em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Alvo de dois atiradores contratados pela própria mulher, Valdirene Fiorentino da Silva, 35, Barreto levou três tiros e está internado no Hospital do Coração. Na caminhonete S10 prata usada por ele no momento do atentado, a polícia encontrou uma pistola calibre 380.

Já na casa do empresário, dono da Euro Tur Turismo e Transportes, a polícia encontrou uma pistola calibre 9 milímetros, de uso restrito. Na residência, localizada na Rua Araguaia, no Jardim Água Boa, também foram encontrados R$ 449 mil.

O advogado de Barreto entrou com pedido de liberdade provisória e o juiz acatou o pedido, mas estipulou uma série de medidas para o empresário continuar em liberdade após sair do hospital.

Além de pagar dez salários mínimos de fiança (R$ 9.980), José Barreto terá de comparecer todo mês em juízo, não poderá se ausentar da comarca por mais de 15 dias sem autorização judicial e está proibido de frequentar lugares públicos com aglomeração de pessoas, bares, boates, restaurantes e similares. Se descumprir as medidas, o juiz já avisou que vai decretar a prisão preventiva de José Barreto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions