ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Ladrão sai para prestar depoimento à polícia e tem a casa furtada

Jovem, de 21 anos, furtou talões de cheque que o outro "colega" do crime havia furtado pela cidade

Por Adriano Fernandes | 26/05/2022 20:14

Investigador da Polícia Civil de Ribas diante de viatura. (Foto: Polícia Civil)
Investigador da Polícia Civil de Ribas diante de viatura. (Foto: Polícia Civil)

Diz o ditado que ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão. Pode até ser, mas nada impede deles irem parar atrás das grades. Pelo menos, é o que ficou claro diante de uma ocorrência para lá de inusitada que acontece nesta quinta-feira (26), em Ribas do Rio do Rio Pardo, a 98 quilômetros de Campo Grande.

Um suspeito, de 41 anos, teve a casa furtada enquanto admitia na delegacia, que havia feito uma série de roubos pela cidade. Os investigadores chegaram até o suspeito depois de descobrirem a relação dele com os crimes ocorridos pela cidade. Alguns dos itens roubados, inclusive, já haviam sido recuperados.

Nesta manhã, ao prestar depoimento sobre os crimes, o suspeito admitiu que em sua casa havia mais objetos furtados, incluindo talões de cheque de propriedade de estabelecimentos comerciais. Enquanto prestava esclarecimentos, os investigadores também foram até a sua residência para tentar recuperar o restante das coisas, quando se depararam com um jovem, de 21 anos, tentando fugir do endereço com os talões de cheque.

Diante do flagrante, ele disse que era apenas conhecido do suspeito e que foi ao local para buscar documentos que tinha esquecido, porém, se aproveitou da situação para levar os cheques embora. Em contato com o primeiro homem suspeito dos furtos em série, que estava sendo ouvido na delegacia, ele informou que o jovem de 21 anos não tinha qualquer autorização para entrar em sua residência, muito menos para pegar os talões de cheque. No final das costas, o jovem também acabou sendo preso por furto.

Nos siga no Google Notícias