ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Líder de bloqueios e invasões, cacique é morto a facadas em aldeia de Caarapó

Por Aline dos Santos | 02/12/2013 11:42
Cacique chegou ferido em casa, onde acabou morrendo. (Foto: Sidnei Bronka)
Cacique chegou ferido em casa, onde acabou morrendo. (Foto: Sidnei Bronka)

O líder indígena Ambrósio Vilhalva, 52 anos, foi morto a facadas na madrugada desta segunda-feira em Caarapó. Segundo informações repassadas à Polícia Civil, o cacique chegou sangrando em sua casa, na aldeia Guyraroká, onde morava com as três esposas.

A família tentou socorrê-lo e acionou a polícia, mas ele morreu dentro do barraco. A vítima estaria bebendo em companhia de amigos, quando o crime aconteceu.

A polícia e a perícia técnica apreenderam uma faca com vestígios de sangue e dois indígenas foram levados à delegacia para prestar depoimento.

Segundo o site da rádio 94 FM de Dourados, ele ficou muito conhecido por invasões de terra e bloqueios de rodovia, além do apoio que dava a outros indígenas na região.