ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Mãe e filho são presos por organizar festa clandestina no meio de mata

Mesmo com as medidas de restrição que proíbem aglomeração, mais de 50 pessoas participavam - 18 era adolescentes

Por Geisy Garnes | 08/08/2020 12:51
Polícia chegou ao local da festa apóps denúncias (Foto: Divulgação)
Polícia chegou ao local da festa apóps denúncias (Foto: Divulgação)

Denúncias anônimas levaram a Polícia Militar até uma festa clandestina em Três Lagoas – 338 quilômetros de Campo Grande – na madrugada deste sábado (8). Mesmo com as medidas de restrição que proíbem aglomeração para evitar a disseminação do coronavírus, mais de 50 pessoas participavam do evento.

Conforme informações do site Rádio Caçula, os militares foram avisados sobre a festa e descobriram que a festa acontecia dentro de uma mata. Os convidados deixavam os veículo em uma rua do Bairro Jupiá e seguiam a pé, por um trilha, até o local do evento clandestino.

Cerca de 50 pessoas foram encontradas pela polícia, consumindo cerveja, vodka e whisky. Durante a abordagem, 18 adolescentes com idades entre 13 e 17 anos foram identificados entre os convidados. Todos foram levados para a delegacia. O Conselho Tutelar foi chamado e os jovens só foram liberados com a presença dos pais e assinatura de um termo.

Os organizadores, um jovem de 18 anos e a mãe dele, acabaram presos. Eles admitiram saber das medidas sanitárias que proíbem a realização de festas, mas ainda assim promoveram o evento e cobraram R$ 15 para os homens entraram.

Mãe e filho levados para a Delegacia de Polícia Civil e vão responder por infração de medida sanitária preventiva e também por vender ou fornecer a criança ou adolescente, bebida alcoólica ou outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica. Os crimes somam pena de até 5 anos de detenção.