A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/11/2015 09:43

Mandados são cumpridos em usina de MS que pertence a empresário preso

Liana Feitosa e Helio de Freitas, de Dourados
Policiais cumprem mandado hoje (24) pela manhã em Dourados, na usina de pecuarista amigo de Lula. (Foto: Direto das Ruas)Policiais cumprem mandado hoje (24) pela manhã em Dourados, na usina de pecuarista amigo de Lula. (Foto: Direto das Ruas)

Oito agentes da Polícia Federal estão na Usina São Fernando, que pertence ao pecuarista e empresário José Carlos Bumlai, famoso por ser amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As duas equipes estão no local para recolher documentos a pedido da Justiça.

Os policiais chegaram hoje (24) pela manhã na usina, que fica em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande.

Prisão - Bumlai é investigado por sete crimes em decorrência de fraudes em licitação da Petrobras e foi preso na manhã de hoje na 21ª fase da Operação Lava Jato, em Brasília, onde aguardava para depor na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), na Câmara dos Deputados.

Na usina, os policiais cumprem dois mandados de busca e apreensão. Além desses, não existem mandados, nem de prisão ou condução coercitiva, para serem cumpridos na cidade, segundo o delegado Denis Colares, da Polícia Federal em Dourados. Portanto, as duas ordens serão cumpridas na usina.

Ainda de acordo com o delegado, o material apreendido será levado para Curitiba e periciado na capital paranaense, onde corre o inquérito da Operação Lava Jato, que investiga fraudes em licitação da Petrobras.

Crimes - O empresário é investigado por fraude em licitação, falsidade ideológica, falsificação de documentos, corrupção ativa e passiva, tráfico de influência e lavagem de dinheiro. As irregularidades foram cometidas na compra de uma sonda pela empresa petroleira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions