A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/11/2015 08:40

Operação da PF na Capital ocorre em cinco mansões da família Bumlai

Edivaldo Bitencourt, Antonio Marques e Luana Rodrigues
Chaveiro chega para abrir cofre em mansão da família (Foto: Fernando Antunes)Chaveiro chega para abrir cofre em mansão da família (Foto: Fernando Antunes)
Viaturas da PF cumprem mandado de busca e apreensão (Foto: Fernando Antunes)Viaturas da PF cumprem mandado de busca e apreensão (Foto: Fernando Antunes)

Policiais federais e auditores da Receita Federal cumprem mandados da Operação Passe Livre, a 21ª fase da Lava Jato, em cinco mansões da família do pecuarista e empresário José Carlos Bumlai, no Bairro Itanhangá Park, em Campo Grande. Preso em Brasília, famoso por ser amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ele é investigado por sete crimes em decorrência de fraudes em licitação da Petrobras.

As mansões da família do empresário sul-mato-grossense ficam na Rua Beatriz de Barros Bumlai, nome em homenagem a esposa de José Carlos. Os policiais já cumpriram as determinações da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba em uma das casas. Há pouco, um chaveiro chegou para abrir a porta de outra mansão.

Três cofres foram abertos na casa de número 168. Só em um dos cofres estava com jóias.

Bumlai estava em um hotel de Brasília, onde iria prestar depoimento, na tarde desta terça-feira, na CPI do BNDES. Ele é acusado de usar a amizade com Lula para obter financiamento do banco estatal em condições favoráveis e ilegais.

Nesta terça-feira, a Operação Passe Livre mobiliza 140 policiais federais e 23 auditores da Receita Federal. Eles cumprem dois mandados de busca e apreensão na Capital, sendo um no escritório localizado na Avenida Afonso Pena, no Centro, e outro na Rua Beatriz de Barros Bumlai. Em Dourados, os policiais cumprem um mandado na Usina São Fernando, que está em recuperação judicial. No total, são cumpridos 25 mandados, que incluem Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e nas cidades paulistas de Piracicaba, Lins e São Paulo.

Segundo a PF, só um, que suspeita-se ser Bumlai, teve a prisão preventiva decretada e será encaminhado a Curitiba para ser ouvido pelos procuradores responsáveis pela Lava Jato. Outros seis serão conduzidos coercitivamente para as delegacias da PF onde foram encontrados.

Bumlai é investigado por fraude em licitação, falsidade ideológica, falsificação de documentos, corrupção ativa e passiva, tráfico de influência e lavagem de dinheiro. As irregularidades foram cometidas na compra de uma sonda pela Petrobras.

Uma das cinco mansões que ficam na rua em homenagem a esposa de Bumlai (Foto: Fernando Antunes)Uma das cinco mansões que ficam na rua em homenagem a esposa de Bumlai (Foto: Fernando Antunes)


Quando será que vão chegar na JBS, no Eike Batista, se bem que desse não sobrou nada dos 7bi para devolver ao BNDES, mas a JBS... E assim vai, pega-se dinheiro barato no BNDES, repassa uma boa porcentagem ao partido e fica com o resto sem precisar pagar as parcelas..... esqueminha manjado, e o Lula? Sabe de nada, inocente!
 
jukahballakid em 24/11/2015 17:11:42
E assim é o governo, ótimo para si mesmo, muito bom para os muito ricos, bom para os muito pobres e péssimo para os demais. Porém, para os muito pobres está ficando menos bom, pois a inflação, a crise e os valores sem correção dos benefícios sociais (compra de votos institucionalizado) já não está sendo suficiente, ou seja, a esmola já está ficando curta.
 
jukahballakid em 24/11/2015 16:49:56
Já causa indignação toda a corrupção praticada, mas o que mais me deixa estupefato, é o fato de o individuo e sua familia "de bem" morarem numa rua com o nome da esposa!!
Ele pagou vereadores para colocarem o nome da rua com nome da familia??? Aí tem...
Isso se chama megalomania (Sarney tem seu nome em pontes, avenidas, escolas,etc)
Foi-se o tempo em que logradouros eram nomeados com nomes de pessoas ilustres, grandes vultos da história.
 
Senivaldo Pereira Braz em 24/11/2015 12:40:06
Só de curiosidade tentei localizar o tal "Rua Beatriz de Barros Bumlai" em Campo Grande, mas conforme Google Earth não existe. Será que a rua não tem outro nome? Ou os politicos tem mania de mudar os nomes com mais frequencia que mesmo o gigante de Internet consegue acompanhar?
 
Marc em 24/11/2015 09:30:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions