ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Matança desenfreada faz quarta vítima em 24 horas na fronteira

A última seria o empresário Davi Roney, proprietário da Aracell Guinchos

Por Lucia Morel e Helio de Freitas, de Dourados | 04/03/2021 19:05
Homem foi assassinado enquanto dirigia. (Foto: Direto das Ruas)
Homem foi assassinado enquanto dirigia. (Foto: Direto das Ruas)

Em menos de 24 horas, quatro pessoas foram assassinadas na fronteira do Brasil com o Paraguai. Não se sabe se as mortes têm ligação, mas a última seria do empresário Davi Roney, proprietário de um lava-rápido.

Ele dirigia uma caminhonete Ford F-250 em estrada em Ponta Porã que dá acesso ao município de Antônio João quando foi vítima de disparos de arma de fogo. Não há informações sobre suspeitos e a Polícia Civil da cidade foi acionada para mais detalhes.



As outras mortes hoje foram de casal, ainda não identificado e um jovem, ontem. Os corpos de um homem e uma mulher foram encontrados na margem de uma estrada perto do frigorífico da Friboi/JBS hoje à tarde. O local fica a cem metros de onde o outro corpo foi encontrado ontem.

Neste caso, homem foi encontrado degolado em estrada de terra do Jardim Monte Alto, a poucos metros da linha internacional que separa o município de Ponta Porã do Paraguai.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário