ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Ministro assina autorização instalação de curso de Medicina na fronteira

Agora, será aberto prazo para instituições idôneas manifestarem interesse em assumir a administração do futuro curso

Por Humberto Marques | 22/03/2018 18:09
Mendonça Filho, Moka, Peluffo e Tereza Cristina participaram de assinatura. (Foto: Divulgação/Assessoria)
Mendonça Filho, Moka, Peluffo e Tereza Cristina participaram de assinatura. (Foto: Divulgação/Assessoria)

O ministro Mendonça Filho (Educação) assinou nesta quinta-feira (22), em Brasília, o termo de adesão para implementação de um curso de Medicina em Ponta Porã –a 323 km de Campo Grande. O documento foi lavrado na presença do senador Waldemir Moka (MDB), da deputada estadual Tereza Cristina (DEM) e do prefeito ponta-poranense Hélio Peluffo (PSDB).

Pelo dispositivo, a prefeitura terá de oferecer estrutura de equipamentos públicos para sediar o curso, cenários de atenção à rede e os programas de saúde necessários para autorização da criação dos cursos. Conforme apurou o Campo Grande News, toda a documentação já estava em estágio avançado de elaboração, com áreas para o empreendimento já sendo definidas.

Secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior, Henrique Sartori considerou a autorização uma “importante conquista” para Ponta Porã, assim como para Corumbá –que recebeu a mesma autorização na quarta-feira (21).

Fases – Conforme informações do MEC (Ministério da Educação), agora será aberta uma convocação de instituições interessadas em manterem o curso de se inscreverem, conforme critérios oficiais, comprovando terem idoneidade moral e financeira para sustentar o curso.

Médico, Moka enfatizou a necessidade do curso na região de fronteira e destacou as condições particulares de Ponta Porã, pela existência de hospital à altura de servir ao curso e a demanda de jovens pela formação na área médica.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário