ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 17º

Interior

Moradores ficam ilhados e motoristas sofrem com ruas alagadas de Ivinhema

Prefeito Juliano Ferro diz que as obras estão em andamento, porém, não estabeleceu um prazo para conclusão

Por Mylena Fraiha | 14/04/2024 09:13

Após uma chuva intensa, as ruas e avenidas do município de Ivinhema, localizado a 289 km da Capital, ficaram completamente alagadas na noite de ontem (14). Vídeos registrados durante o temporal mostram a intensidade das enxurradas, que transformaram as vias em verdadeiros rios e deixaram moradores ilhados em estabelecimentos e residências.

Em vídeos divulgados nas redes sociais, é possível observar que a água invadiu comércios, calçadas e arrastou lixeiras. Os motoristas também enfrentaram dificuldades, com a água subindo até mesmo em suas motos e carros.

Alagamentos foram registrados nas Avenidas Panamá, Honduras e parte da Avenida Reynaldo Massi, nos bairros Guiraí e Piravevê. Segundo informações do Aconteceu MS, ruas localizadas entre essas avenidas paralelas também foram afetadas pelo alto volume de água, como as ruas Antonio Soares e Antonio Manoel dos Santos. Apesar da recente construção de uma grande boca de lobo na região, ela não foi capaz de conter a água da chuva de ontem (14).

Ao Campo Grande News, o prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (PSDB), destacou que o problema também atingiu outras partes da cidade devido ao forte declive do terreno. "Todas as outras avenidas ficaram inundadas. Foi muita chuva. A drenagem sempre foi um problema crônico aqui e estamos trabalhando para melhorar a qualidade de vida", explica.

No ano passado, foi publicado no diário oficial do município, em 28 de agosto, o Primeiro Termo Aditivo ao Contrato n.º 009/2023 entre o Município de Ivinhema e a empresa GTX Construtora e Serviços Ltda, no valor de R$ 2.227.741,10.

Esse montante foi destinado à Restauração de Pavimento, Drenagem, Acessibilidade e Sinalização Viária com Revitalização Urbana na Avenida Panamá e Honduras, entre a Avenida Brasil e a Rua Antônio Soares Branquinho e áreas adjacentes.

O prefeito mencionou que as obras estão em andamento, porém, não estabeleceu um prazo para conclusão. "Estamos realizando obras de revitalização e drenagem nas avenidas Honduras e Panamá. No entanto, ainda não foi liberada uma nova galeria que foi construída. Devido à intensidade da chuva, ocorreu a inundação", comenta Juliano Ferro.

Problema crônico - O problema de alagamento não é recente. Em janeiro de 2022, conforme reportado pelo Campo Grande News, uma correnteza forte da enxurrada chegou a arrastar um homem próximo a uma praça no centro da cidade.

Na ocasião, diversos estabelecimentos comerciais foram afetados, com destelhamentos e entrada de água pelo teto e portas, conforme relato do site local. Em menos de 20 minutos, foram registrados 24 milímetros de chuva na região central da cidade.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias