A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

12/11/2014 13:11

MPF pede que polícia federal investigue violência contra indígenas

Priscilla Peres
A área está em processo de demarcação e cerca de 230 indígenas ocupam a fazenda. (Foto: MPF/MS)A área está em processo de demarcação e cerca de 230 indígenas ocupam a fazenda. (Foto: MPF/MS)

O MPF/MS (Ministério Público Federal em Mato Grosso do Sul) pediu que a Polícia Federal de Naviraí - distante 366 km de Campo Grande, investigue por meio de inquérito policial, denúncias de violência contra homens e crianças indígenas da etnia guarani-kaiowá.

Segundo o MPF, o caso aconteceu na fazenda Cambará, em Iguatemi - distante 466 km de Campo Grande, na noite de domingo (9), quando um índio teria sido baleado na perna e crianças que o acompanhavam agredidas com spray de pimenta, enquanto colhiam frutas nativas.

A suspeita é de que o crime tenha sido cometido por seguranças contratados por fazendeiros da região, justamente para cometer as agressões desse tipo. Na segunda (10), o delegado da Polícia Federal responsável dirigiu-se até o local com uma equipe e com servidores da Funai. A área está em processo de demarcação e cerca de 230 indígenas da comunidade Pyelito Kue ocupam a fazenda.

Suicídio coletivo - Em 2012, a comunidade Pyelito Kue ficou conhecida em todo o país por divulgar uma carta de repúdio à decisão judicial que determinou a reintegração de posse da área que ocupavam. À época, eles disseram que a determinação da Justiça levaria a um suicídio coletivo de toda a comunidade, já que a sobrevivência dos indígenas na região estaria inviabilizada.

Cassems leva 'Ônibus da Saúde' para Fátima do Sul no próximo sábado
O programa de prevenção "Ônibus da Saúde", realizado pela Cassems, levará atendimento especializado em oncologia até Fátima do Sul - cidade localizad...
Suspeito de estuprar enteada de 4 anos é preso no interior de MS
Um homem de 41 anos foi preso pelo estupro da enteada, de 4 anos, nesta segunda-feira (20) em Antônio João - a 279 quilômetros de Campo Grande. O abu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions