ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Interior

Mulher perde bebê e morre após acidente com caminhonete em rodovia

Vítima estava com marido e dois filhos pequenos em motocicleta quando batida aconteceu

Por Ana Paula Chuva | 23/04/2024 15:59
Jussamara e os dois filhos pequenos em foto publicada no Facebook em janeiro de 2021.
Jussamara e os dois filhos pequenos em foto publicada no Facebook em janeiro de 2021.

Mulher de 24 anos, identificada como Jussamara da Silva Ferreira, perdeu o bebê e morreu após acidente com caminhonete na rodovia MS-485, em Aral Moreira, cidade distante 397 quilômetros de Campo Grande. A vítima estava em uma motocicleta Star 150 junto com o marido e dois filhos, de 1 e 3 anos.

De acordo com o boletim de ocorrência, o acidente aconteceu por volta das 18h de segunda-feira (22). Jussamara estava grávida de 9 meses e seguia com a família para a fazenda onde trabalhavam. A motocicleta era conduzida pelo marido da vítima, que não teve o nome divulgado.

À polícia, o homem contou que estavam saindo da cidade de Aral Moreira e seguiam pela rodovia, quando a motocicleta foi atingida na traseira por uma caminhonete, que ele não soube dizer o modelo e marca. Com o impacto, a bolsa de Jussamara estourou e ela acabou perdendo o bebê.

Já a menina de 1 ano teve o braço quebrado e o menino de 3 sofreu um corte no couro cabeludo. O condutor da motocicleta sofreu algumas escoriações pelo corpo. O motorista de outra motocicleta passava pelo local e parou para ajudar. Ele foi até a fazenda onde a família morava e avisou sobre o acidente.

Socorro foi acionado e as vítimas levadas para o hospital de Aral Moreira. Em seguida, as duas crianças foram transferidas para o Hospital da Vida em Dourados e Jussamara e o marido para o Hospital Regional em Ponta Porã, onde a mulher acabou não resistindo e morreu na manhã desta terça-feira (23).

O homem então procurou a 1ª Delegacia de Ponta Porã e contou sobre o acidente. Ele afirmou não ter desavenças com ninguém. O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo e é investigado.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias