ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  14    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Na contramão, dengue aumenta em Dourados; são 4.174 casos no ano

De janeiro até agora foram 2.188 casos confirmados da doença em Dourados; número cresceu quase 20% em duas semanas, mesmo com diminuição da chuva

Por Helio de Freitas, de Dourados | 27/04/2016 11:36

Nem mesmo a estiagem de 30 dias, encerrada pela chuva desta semana, foi suficiente para evitar o crescimento dos casos de dengue em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. O número de notificações até esta terça-feira (27) chegou a 4.174 casos, quase duas mil pessoas a mais com sintomas da doença em comparação aos 12 meses de 2015.

Em duas semanas, 430 casos suspeitos foram notificados pelo Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Dourados. De janeiro até esta semana, 2.188 casos de dengue foram confirmados na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Em 2015 foram notificados 2.980 casos suspeitos de dengue em Dourados e 1.425 confirmados de janeiro a dezembro. Neste ano já são 763 casos confirmados a mais do que o total do ano passado. Conforme a vigilância epidemiológica, três pessoas morreram em decorrência de dengue neste ano na cidade.

Zica – De janeiro até agora foram registrados 42 casos suspeitos de zica vírus em Dourados. Quatro foram confirmados, sendo duas gestantes. Existem 24 casos de febre chikungunya notificados, mas nenhum confirmado até agora. Também já foram confirmados cinco casos de gripe causada pelo vírus H1N1.

No HU (Hospital Universitário) da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), um paciente com quadro confirmado de influenza está internado na UTI, segundo a assessoria.

Outros dois pacientes com suspeita da doença aguardam o resultado do exame. Um homem está na UTI e uma mulher na enfermaria do hospital.