ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 17º

Interior

Operação contra o tráfico destrói pistas de pouso e cultivo de maconha

Objetivo é destruir bases logísticas, além de localizar laboratórios e espaços de produção

Por Aletheya Alves e Helio de Freitas, de Dourados | 08/05/2021 18:08
Agentes realizando destruição de pistas de pouso utilizadas pelo narcotráfico. (Foto: Divulgação/Senad)
Agentes realizando destruição de pistas de pouso utilizadas pelo narcotráfico. (Foto: Divulgação/Senad)

Realizada pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), operação busca destruir pistas de pouso utilizadas como rota para tráfico de drogas e localizar espaços de produção em Concepción, Paraguai. Munidos de explosivos, os agentes estão no Parque Nacional Paso Bravo, a cerca de 200 km de Ponta Porã, desde quinta-feira (6).

Em nota, a Senad relatou que as pistas clandestinas facilitam o deslocamento de grandes volumes de drogas. Com helicópteros da Força Aérea e apoio de especialistas em explosivos, a operação Cielo Guarani Soberano segue em ação.

Além de focar nas pistas, a operação também está destruindo acampamentos, laboratórios e áreas de cultivo para maconha. Ainda de acordo com a Secretaria, os agentes devem percorrer mais de 101 mil hectares em parques de Concepción.

Outro ponto destacado é que além do problema causado pelo tráfico, o cultivo de maconha também causa desflorestamento. Com as fiscalizações, os agentes ainda estão realizando controle de pessoas, veículos e cargas.

Até o momento, a operação localizou 690 quilos de maconha e 30 quilos de sementes. Também foram detectados e destruídos tambores com combustível para aviação.

Explosão em uma das pistas localizadas em Concepción, no Paraguai. (Foto: Divulgação/Senad)
Explosão em uma das pistas localizadas em Concepción, no Paraguai. (Foto: Divulgação/Senad)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário