ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Operador de criptomoeda é preso por lavagem de dinheiro do narcotráfico

Marcos Walevein foi preso em Dourados no âmbito de operação desencadeada em Pernambuco

Por Helio de Freitas, de Dourados | 25/05/2022 09:13


O empresário Marcos Walevein, 47, operador no mercado de criptomoedas, foi preso nesta quarta-feira (25) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, acusado de fazer parte de esquema nacional de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas através de operações com moeda digital.

Ele foi preso por agentes do SIG (Setor de Investigações Gerais) no Jardim Aline, na região norte da cidade. Policiais civis douradenses também cumpriram busca e apreensão na Vila São Francisco, na região leste.

Os mandados de prisão temporária contra o empresário e de busca no outro endereço foram expedidos no âmbito da Operação Intruso, desencadeada pela polícia de Pernambuco.

Joias, dinheiro, computadores, duas pistolas automáticas e até um cofre foram apreendidos durante as buscas, mas segundo o delegado Eliel Raimundo Alves, que está chefiando o SIG, não houve flagrante, mas os materiais foram apreendidos por suspeita de terem sido adquiridos com dinheiro “sujo”.

Houve mandados em outros estados brasileiros, segundo a polícia. Marcos Walevein, que nas redes sociais se apresenta como empresário, escritor e coach financeiro com atuação na compra e venda de bitcoin, foi levado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, onde fica a sede do SIG (vídeo acima).

Armas, dinheiro, joias e computadores apreendidos em Dourados (Foto: Adilson Domingos)
Armas, dinheiro, joias e computadores apreendidos em Dourados (Foto: Adilson Domingos)


Nos siga no Google Notícias