A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

03/09/2018 09:52

Orçada em R$ 2,7 milhões, licitação de pontes no Pantanal fracassa

Uma das empresas questionou preço de concorrência e outra não apresentou documentação

Mayara Bueno
Ponte de madeira de vazão em manutenção na Estrada-Parque, no Pantanal. (Foto: Chico Ribeiro/Governo do Estado/Arquivo).Ponte de madeira de vazão em manutenção na Estrada-Parque, no Pantanal. (Foto: Chico Ribeiro/Governo do Estado/Arquivo).

A licitação para construção de três pontes em Corumbá, 419 km de Campo Grande, fracassou, de acordo com o resultado divulgado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (dia 3).

Orçada em R$ 2,7 milhões, a concorrência foi questionada por uma das empresas participantes, que considerou o preço estimado, que é de 2016, "defasado" e, portanto, retirou a proposta, segundo a assessoria da Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura).

Outra concorrente deixou de apresentar documentação. Os dois fatos levaram a Agesul a declarar a licitação "fracassada", termo utilizado quando há interessados, mas que não preenchem os requisitos necessários. Neste caso, um novo processo deve ser aberto, segundo a Lei de Licitações.

Agora, a Agência vai atualizar o orçamento das três pontes. "Segundo o setor de licitações, há urgência nisso", porém, ainda não há data estimada para relançamento da concorrência.

Pontes - De acordo com o Diário Oficial do Estado, são três pontes de concreto armado que somam 600 m² (metros quadrados) e cinco galerias, as quais somam 126 m², entre o prolongamento da MS-243, entre a BR-262 até a Fazenda Jatobá-Forte Coimbra, em Corumbá.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions