ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Padrasto é levado para delegacia após ser denunciado por estupro de adolescente

Polícia Civil abriu investigação para apurar a veracidade das denúncias; a garota vai passar por exame de corpo de delito

Por Maressa Mendonça | 07/07/2020 15:36
Agente da PRF e conselheiro tutelar durante a ação na BR-262 (Foto: Divulgação)
Agente da PRF e conselheiro tutelar durante a ação na BR-262 (Foto: Divulgação)

Homem de 48 anos foi encaminhado até a delegacia, na segunda-feira (6), após ter sido denunciado por abuso sexual. Ele foi detido por agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em ação conjunta com o Conselho Tutelar, mas liberado em seguida porque não se tratava de um flagrante. O caso segue sob investigação.

Conforme o delegado Bruno Santacatharina, conselheiros tutelares de Água Clara receberam uma denúncia sobre abusos sexuais e decidiram acionar a PRF. Os agentes descobriram que o homem estava caminho de Três Lagoas e decidiram fazer a abordagem do veículo na BR- 262.

Ele foi levado para a delegacia e liberado porque não se tratava de um flagrante, mas segundo o delegado,  investigações foram abertas para apurar a denúncia. O caso ficará a cargo da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo, local onde os abusos teriam ocorrido, conforme os denunciantes.

De acordo com Santacatharina, os denunciantes informaram que a adolescente foi abusada dos 8 até os 12 anos em fazenda da região e com consentimento da mãe dela. “Todos os envolvidos serão ouvidos e a menina vai passar por um exame sexocológico para confirmar ou não os abusos”, resumiu.

O delegado comentou que ainda é muito cedo para dar detalhes sobre este caso porque até o momento só há uma denúncia. “Essa informação será investigada e se a mãe tiver envolvida vai responder também por ter omitido cuidados”, finalizou.

Em entrevista ao Conselho Tutelar, a adolescente teria confirmado que sofreu abusos sexuais.