ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

MS tem o maior número de denúncias de abuso a crianças e adolescentes no País

Foram 1344 denúncias por violações contra crianças e adolescentes, 42% por abuso sexual

Por Izabela Sanchez | 22/05/2020 13:09
Homem é levado preso para a DEPCA (Delegacia Especializada na Proteção da Criança e do Adolescente) em fevereiro (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Homem é levado preso para a DEPCA (Delegacia Especializada na Proteção da Criança e do Adolescente) em fevereiro (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Mato Grosso do Sul é o estado que lidera o ranking de denúncias para o disque 100, de violações dos direitos humanos, por abusos contra crianças em adolescentes. Levantamento do MDH (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) com dados de 2019 mostra aumento de 22% nesse tipo de denúncia, no estado, em relação a 2018.

Das 1344 denúncias de Mato Grosso do Sul, 42% eram sobre abuso sexual.  A taxa de incidências das ligações  a cada 100 mil habitantes é ainda maior que a média nacional. Enquanto no Brasil, em média ocorreram 41 denúncias a cada 100 mil habitantes, em Mato Grosso do Sul essa taxa é de 67 denúncias a cada 100 mil habitantes.

Os dados divulgados nesta semana ainda indicam outra preocupação: a redução de denúncias depois da pandemia de covid-19, já que os dados continuam a indicar que a maioria dos casos de abusos denunciados ocorre dentro de casa, praticado por pessoa da família.

O registro de denúncias de violação sexual contra crianças e adolescentes do disque 100 sofreu queda de 19% em abril de 2020 em comparação com o mesmo mês em 2019. Em 2019 em todo o país, no mês de abril, foram 7,4 mil denúncias sobre o tema. Este ano, são quase mil a menos e o disque 100 recebeu 6 mil ligações em abril.

"Nossa preocupação é o que vamos descobrir no pós-pandemia, quando as crianças voltarem às suas rotinas normais, se relacionando com outras pessoas, e contando sobre o período de confinamento, quando elas estiveram convivendo ainda mais com o agressor", afirmou o ouvidor nacional de direitos humanos, Fernando César Ferreira.

Vítimas – Chama a atenção também que 70% das vítimas de violação contra crianças e adolescentes tem entre 0 e 11 anos e quando o abuso é sexual, 46% tem entre 12 a 17 anos. Depois de Mato Grosso do Sul, neste tipo de denúncia, vem o Distrito Federal, com 62,61 de incidência a cada 100 mil e Rio Grande do Norte, com taxa de 58,45.

Das 159.063 denúncias registradas no Disque Direitos Humanos no ano de 2019, houve o aumento em 15%, comparado com o ano anterior. O grupo de Crianças e Adolescentes representou aproximadamente 55% do total, com 86.837 denúncias.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário