ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 32º

Interior

Pai é preso pela 2ª vez por estuprar a filha de 11 anos

Quando vítima tinha 3 anos, foi estuprada e pai condenado pelo crime; agora, aos 11, voltou a ser abusada

Por Dayene Paz | 28/05/2024 15:39
Viatura da Polícia Civil durante prisão de pai ao sair de matagal. (Foto: Divulgação)
Viatura da Polícia Civil durante prisão de pai ao sair de matagal. (Foto: Divulgação)

Um homem de 36 anos de idade foi preso, nesta segunda-feira (27), tentando fugir após estuprar a filha, de 11 anos, na cidade de Rio Verde de Mato Grosso, a 203 km de Campo Grande. A esposa dele, de 37, madrasta da criança, também acabou atrás das grades por favorecer na fuga.

O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil através da Polícia Militar, que atendeu a denúncia de estupro de vulnerável, no domingo (26). Foi apurado que o homem utilizava tornozeleira eletrônica pelo fato de ter sido condenado por estuprar a mesma menina quando ela tinha três anos de idade, em 2016. A vítima, mesmo violentada, morava com o autor e a madrasta.

Ainda, segundo a Polícia Civil, no mesmo ano (2016), quando ainda tinha relacionamento com a mãe da vítima, o homem abusou sexualmente também da enteada de 6 anos (irmã da menina de 11). Além dessas ocorrências, o homem possui diversas passagens por crimes relacionados à violência doméstica e desacato.

A investigação contou com provas de imagens e vídeos armazenados no celular da menina de 11 anos, bem como em bate-papo entre ela e o autor. Diante dos fatos, a polícia começou as buscas pelo estuprador.

No mesmo dia, 26 de maio, a tornozeleira do autor foi localizada rompida em uma região de mata. Já na manhã desta segunda-feira (27), os policiais viram a atual esposa do autor perto de um balneário, carregando malas.

"Foi feito um acompanhamento visual por várias horas e quando o autor saiu da mata para encontrar a mulher, logo após eles se abraçarem, se beijarem e começarem a andar juntos, os policiais resolveram abordar o casal, que recebeu voz de prisão", diz nota da Polícia Civil.

O pai foi preso por estupro de vulnerável e dano ao patrimônio, por ter rompido a tornozeleira eletrônica, e a mulher por favorecimento pessoal, por ter auxiliado ele na fuga.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias