ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  01    CAMPO GRANDE 19º

Interior

Paranaense é multado em R$ 40 mil por quatro crimes ambientais

Homem foi autuado por armazenamento ilegal de agrotóxicos, lixão, desmatamento de área protegida e exploração ilegal de madeira

Por Aletheya Alves | 27/03/2020 19:00
Parte da área desmatada era utilizada como lixão. (Foto: Divulgação/PMA)
Parte da área desmatada era utilizada como lixão. (Foto: Divulgação/PMA)

Denunciado por diversos crimes ambientais em propriedade rural, um homem, de 55 anos, foi multado em R$ 40 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental) na região de Bataguassu – a 335 quilômetros de Campo Grande.

Residente em Londrina, Paraná, o arrendatário do local foi autuado por armazenamento ilegal de agrotóxicos, criação de lixão, desmatamento de área protegida e exploração ilegal de madeira. Os policiais foram até a área, localizada na BR-267, e encontraram agrotóxicos e embalagens de produtos perigosos sem armazenamento regular.

Dispostos em um barracão aberto e sem piso, todo o conteúdo poderia ser acessado por pessoas e animais, além de haver risco de contaminação do solo por não possuir piso no local.

De acordo com a PMA, também houve infrações na área protegida de reserva legal, sendo 1,5 hectares desmatados. Uma parte foi usada como lixão, os policiais encontraram latas de cerveja, restos de matérias de construção, pneus e até uma geladeira velha.

O homem também usava outras partes da área para depositar calcário e guardar madeira ilegal. Além da multa, o arrendatário também deve realizar a recuperação da área.  Somando todos os crimes ambientais, a pena máxima pode chegar a 12 anos e seis meses de detenção.

Confira a Galeria de Imagens: