A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

06/12/2018 19:54

Passarela é reformada depois de desabar com alunos da UFMS em pesqueiro

Cerca de dez alunos caíram dentro do rio após o rompimento de um cabo

Adriano Fernandes
Parte da estrutura foi submersa pelas águas do rio. (Foto: Divulgação/OPantaneiro) Parte da estrutura foi submersa pelas águas do rio. (Foto: Divulgação/OPantaneiro)

A passarela do Pesqueiro 110 sobre o rio Aquidauna passa por reformas, depois de ter desabado com cerca de 10 alunos do curso de Turismo da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) na última terça-feira (04).

O pesqueiro fica a cerca de 20 quilômetros de Aquidauana, cidade a 135 quilômetros de Campo Grade. A queda teria sido causada pelo rompimento de um dos cabos de sustentação da estrutura que não suportou ao peso. Todos caíram na água, mas ninguém foi levado pela correnteza, pois se seguraram em grades e começaram a subir de volta para a margem, pela parte da estrutura da passarela que estava inclinada.

O motorista do ônibus que os levou presenciou o acidente a ajudou no resgate. Alguns tiveram escoriações, muitos deles perderam óculos, celulares por conta da queda. No local também não havia orientações sobre a quantidade de pessoas que a estrutura suportava e Corpo de Bombeiros não chegou a ser acionado.

O grupo foi até o local para uma visita técnica, como parte das atividades acadêmicas. Nesta quinta-feira (06) ao site o Pantaneiro, o dono do pesqueiro, Carlos Sato, disse que a estrutura já está sendo reformada.

Segundo ele, o pesqueiro está fechado por conta da piracema e, por este motivo, aproveita para fazer a manutenção geral no estabelecimento. "Recebi uma ligação de professores pedindo para abrir, para fazerem uma visita, mas eu não estava lá na hora", disse.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions