A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Novembro de 2017

10/02/2014 19:15

Pastor é acusado de estuprar menino de 12 anos após oração em Três Lagoas

Filipe Prado

Após ensaio em uma igreja, o pastor chamou uma criança para orar e a abusou sexualmente. O menino 12 anos relatou que o pastor Gerson, conhecido como Baianinho, não teria gostado de sua oração, então realizou sexo oral nele. O acusado está foragido.

Segundo o site Rádio Caçula, a criança foi até a igreja, no Bairro Vila Verde, para ensaiar algumas músicas. Após o ensaio, Gerson chamou o menino parar orar. A criança contou que o pastor disse não ter gostado da sua oração e que ele precisava ser ungido. "Eu não gosto de fazer oração desse jeito, mas vou ter que fazer", descreveu o menino sobre o que o pastor falou.

Com isso o pastor pegou nos órgãos genitais do menino, abaixou a bermuda dele e abusou dele. A criança saiu correndo da igreja, foi para casa e contou o que havia acontecido para a mãe.

Ela afirmou, de acordo com o site, que não conhecia o pastor, mas confiava nele, pois ele era um “homem da igreja”. A mãe do menino chamou a Polícia Militar, mas eles não conseguiram localizar Gerson.

Moto – Conforme o site, o pastor deixou uma moto, com placas sem lacre e pintada à mão, que seria de Mirandópolis (SP), porém a polícia constatou que a motocicleta seria de Ituverava (SP). O veículo foi apreendido para a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

O pastor fugiu e deixou uma moto na casa da vítima (Foto: Rádio Caçula)O pastor fugiu e deixou uma moto na casa da vítima (Foto: Rádio Caçula)
Durante abordagem, passageiro de ônibus finge passar mal e foge
Passageiro de ônibus fingiu passar mal para fugir da polícia, neste domingo (19), deixando para trás mala com maconha e os próprios documentos em Dou...
Travesti encontrada morta tinha 22 anos e foi reconhecida pelas amigas
Foi identificada como Wiris de Souza Santos, 22 anos, conhecida como Vitória, a travesti encontrada morta com nove facadas, por volta das 5h deste do...


esses governantes deveria fazer uma lei mais vigorosa para quem quiser abrir uma igreja,por que qualquer um que leu a bíblia mais de uma vez já sai falando que é pastor e pior de tudo que o povo está tão carente de fé e basta um babaca carregar a Bíblia e dizer que é pastor que eles já acha que ele é perfeito essa mania dos evangélicos achar que só eles são certos só eles estão salvos, aff ai as crianças pagão pelos babacas dos pais...
 
meridiana martins de moraes em 11/02/2014 09:52:49
sou obrigado a concordar,tem muita gente ganhando dimdim com o evangélio coloca uma gravata e um paletó e já sai por aí falsificando o cristianismo,vai aí um alerta busque na biblia a verdade não de ouvido para os falsos profetas.
 
ubiratam rosa em 11/02/2014 09:07:11
Esse camarada não é pastor.Hoje convencionou-se que qualquer picareta que fica a frente de um punhado de gente,denomina-se pastor.Para que se evite muitas coisas, as denominações tradicionais com mais de um século de existência nesse pais, procede da seguinte maneira para se convidar um pastor.Primeiro,tem que ter formação Acadêmica Teológica de Nível Superior,com 4 a 5 anos de intensos estudos, em variadas disciplinas, para saber como exercer com sabedoria o ministério pastoral.Essas denominações tem um zê-lo muito grande para não colocar uma pessoa despreparada:Teologicamente, emocionalmente,mentalmente e espiritualmente. Agora,me desculpem,certas,nem todas, igrejas pentecostais e neopentecostais,colocam qualquer marqueteiro,falante,diante de um grupo de pessoas e o resultado é esse aí.
 
João Alves de Souza em 11/02/2014 00:32:00
Com certeza isso não é pastor, é um monstro que vem usando para enganar e destruir pessoas. Cadê a foto desse? Deveriam ter publicado. Sou de confissão evangélica, mas penso que dentre outros, crimes dessa natureza, em sendo comprovados, deveriam ser punidos com castração e trabalhos forçados. E cadeia. Cadeia até a morte. nossas leis são muito frouxas.
 
Fernando Silva em 10/02/2014 21:17:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions