ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  15    CAMPO GRANDE 19º

Meio Ambiente

Pecuarista diz que envenenamento pode ter causado morte de peixes em Aquidauana

Por Fabiano Arruda | 31/01/2011 16:32

Para ela, mau uso de agrotóxico pode ter provocado desastre ambiental

Produtora rural colhe amostra de água do Rio Negro. (Foto: O Pantaneiro)
Produtora rural colhe amostra de água do Rio Negro. (Foto: O Pantaneiro)

A pecuarista Beatriz Rondon, uma das testemunhas da morte de milhares de peixes no Rio Negro, na região de Aquidauana, considera que o desastre ambiental pode ter sido causado por alguma substância tóxica, empregada de forma irregular e em grande quantidade.

Para ela, o fato dos peixes estarem intactos, sem serem comidos por outros animais, é o principal indício de que a mortandade tenha ocorrido por envenenamento. Na opinião da pecuarista, o mau uso de agrotóxico na região pode ter sido a causa.

“Nenhum outro animal da cadeia alimentar, jacarés, ariranhas e pássaros, estão comendo os peixes”, reforça.

Beatriz registrou em fotos a morte dos peixes no sábado e domingo. Conta que percorreu todo o Rio Negro de avião e cerca de 8 quilômetros, de barco, numa faixa que considera ter a maior incidência do desastre ambiental.

Hoje pela manhã ela procurou a 1ª Promotoria Ambiental de Justiça de Aquidauana para formalizar a denúncia. “Levei um CD com todas as fotos que registrei”, conta.

“O brejo do Rio Negro é considerado um berçário de peixes. Em plena época de Piracema, esse desastre elimina a possibilidade de reprodução. Nunca vi nada igual”, comenta.

Dequada - Beatriz também rebateu a suspeita de que os peixes tenham morrido pela dequada, fenômeno que acaba com o oxigênio na água e assim leva os peixes à morte.

Para ela, não houve queimadas suficientes na região, tampouco, a cheia do rio este ano teve relação com o caso.

Segundo a produtora rural, que administra a fazenda da família - Santa Sophia, há 32 anos na região, o nível do rio Aquidauana, que chegou a registrar 6,34 metros no dia 21 deste mês, não tem influencia no Rio Negro.

Alguns casos de mortandade de peixes já foram registrados devido às cheias. Quando o nível do rio sobe e, posteriormente, desce num curto intervalo de tempo, a vegetação que acompanhou a subida também cai, causando falta de oxigênio para os peixes.