ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 21º

Interior

PF apreendeu 160 quilos de cocaína dos irmãos Mendes em galpão no Rio

Informação faz parte do balanço final da Operação Sanctus, divulgado nesta quinta-feira

Por Helio de Freitas, de Dourados | 14/12/2023 10:07


A Polícia Federal apreendeu 160 quilos de cocaína escondidos nos pneus de caminhão que saiu de Mato Grosso do Sul e foi encontrado em um barracão em Maricá, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro. Foi preciso acionar o Corpo de Bombeiros e equipe da Marinha para retirar a droga (veja o vídeo acima).

Localizado na Rua das Camélias, esquina com Rua das Margaridas, o galpão estava na lista de endereços onde foram cumpridos os mandados de busca e apreensão da Operação Sanctus, deflagrada no dia 8 deste mês para desmontar o esquema de tráfico comandado pelos irmãos Hermógenes Aparecido Mendes Filho, 49, e Ronaldo Mendes Nunes, 40, empresários de Dourados.

O motorista do caminhão, o batedor da carga e uma pessoa que cuidava do barracão no momento em que os policiais chegaram foram presos em flagrante por tráfico.

Hermógenes Aparecido Mendes Filho e a advogada Cristiane Maran Milgarefe da Costa, 28, foram presos em Dourados, por força de mandado de prisão temporária decretada pela 3ª Vara da Justiça Federal em Campo Grande.

Ronaldo Mendes Nunes também teve a prisão decretada. Na sexta-feira (8), ele estava em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Em ação conjunta com a PF, a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) montou cerco para cumprir o mandado, mas o empresário conseguiu escapar.

Conforme balanço final da operação, divulgado hoje (14) pela PF, além da cocaína nos pneus, foram apreendidos R$ 77 mil em dinheiro, 9 mil dólares, 25 celulares, entre eles um iPhone com case de ouro 24 quilates Rolex Special Edition, grande quantidade de documentos, mídias, joias e relógios de alto valor.

A PF também apreendeu 13 veículos de luxo, cinco veículos comuns, duas motocicletas, três caminhões, quatro tratores, um barco, um avião Embraer EMB 720, uma pistola, quatro espingardas, seis fuzis e cerca de 2.000 cabeças de gado na Fazenda Beira Rio, em Feliz Natal (MT). O avião pertence a Aparecido Mendes e estava no hangar de um aeroporto particular em Dourados.

De acordo com a Polícia Federal, no galpão em Maricá também foram apreendidos ferramentas e objetos para a desmontagem e remontagem dos pneus, além de colchões que continham recortes para esconder a droga.

Há anos o serviço de inteligência da Polícia Federal investiga o esquema supostamente comandado pelos irmãos Mendes, que prosperaram e se tornaram empresários de sucesso em Dourados. Entre as empresas deles estão transportadoras, propriedades rurais e o Audaz, restaurante de luxo com unidades em Dourados e Ponta Porã.

A cocaína saía de Pedro Juan Caballero escondida nos pneus de caminhões. Após a droga ser deixada no Rio de Janeiro, os mesmos pneus eram usados para trazer dinheiro vivo. Segundo as investigações, os irmãos Mendes são ligados a Jorge Teófilo Samudio Gonzalez, 51, o “Samura”, líder do Comando Vermelho.

Receba as principais notícias do Estado pelo WhatsApp. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias