A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Outubro de 2019

29/03/2019 15:33

Pistoleiros voltam a agir à luz do dia e executam homem na fronteira

Mortes não param na divisa das vizinhas Ponta Porã e Pedro Juan Caballero; crime ocorreu nesta tarde no lado paraguaio

Helio de Freitas, de Dourados
Local onde homem foi morto com tiros na cabeça nesta tarde em Pedro Juan Caballero (Foto: Direto das Ruas)Local onde homem foi morto com tiros na cabeça nesta tarde em Pedro Juan Caballero (Foto: Direto das Ruas)

A matança segue sem controle na Linha Internacional entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai. Nesta tarde, mais um homem foi executado a tiros em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

O crime ocorreu no bairro San Gerardo, perto da área central da cidade conhecida dos sul-mato-grossenses pelo comércio de importados a preços mais acessíveis.

O homem, por enquanto identificado extraoficialmente como Edgar Irala, seguia pela calçada quando, em frente a um consultório odontológico, foi morto com tiros na cabeça. Ainda não há informações sobre os autores do crime.

Pelo menos seis pessoas foram executadas nesta semana nas duas cidades. Na noite de quarta-feira, médico paraguaio Sandro Arredondo Lugo, 45, diretor da faculdade de medicina da Universidad Central del Paraguay, foi morto na frente do filho em uma pista de motocross em Pedro Juan Caballero.

O alvo era o piloto do tráfico Fernando Olmedo Calonga, atualmente ligado ao narcotraficante brasileiro Jarvis Gimenes Pavão. Calonga, que também acompanhava o filho na pista de motocross, saiu ferido junto com um de seus seguranças. Outro guarda-costas do bandido morreu.

Na noite de ontem (28), em Ponta Porã, pistoleiros invadiram uma casa no bairro Salgado Filho e mataram com sete tiros Vitor Daniel Garcia da Silva, 21. A polícia suspeita que o local era um ponto de venda de drogas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions