A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Junho de 2017

18/01/2015 17:51

Polícia Ambiental prende pescadores com 52 kg de pescados ilegais e aplica multa

Daniel Machado
No porta-malas do veículo havia 52 quilos de peixes frescos, sem origem legal e consequentemente capturados durante o período de piracema (Foto: Direto das Ruas)No porta-malas do veículo havia 52 quilos de peixes frescos, sem origem legal e consequentemente capturados durante o período de piracema (Foto: Direto das Ruas)

Os policiais militares ambientais do Grupamento de Águas do Miranda, do Distrito de Bonito (MS), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), encontraram o veículo Gol no Km 275 da BR 419, município de Anastácio (MS), com pescados em situação ilegal.

No porta-malas do veículo havia 52 quilos de peixes frescos, sem origem legal e consequentemente capturados durante o período de piracema. Além disso, os policiais verificaram que o pescado estava com sinais visíveis de captura com petrechos de malhas proibidos (redes de pesca ou tarrafa) e acima da cota permitida por pescador, mesmo se a pesca estivesse aberta, visto que a cota seria de 10 kg mais um exemplar, o que também se caracterizaria crime.

O pescado e o veículo foram apreendidos. Diante do crime, a PMA deu voz de prisão aos dois pescadores que estavam no veículo e que haviam capturado os peixes, os quais foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à Delegacia de Polícia Civil de Anastácio, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental e saíram depois de pagar fiança.

Os infratores, de 36 e 37 anos, residentes no Pesqueiro do Noé, em Anastácio, responderão por crime ambiental de transporte de produto da pesca predatória. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de prisão.

Cada infrator também foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.500,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions