ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  23    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Polícia desvenda atentado e prende quadrilha que fez 15 roubos no ano

Dois adultos e dois adolescentes foram presos; vítima dos tiros era procurado pela Justiça

Por Helio de Freitas, de Dourados | 07/08/2020 08:11
Marcus Vinícius (sem camisa) e Douglas Cristaldo de Oliveira, logo após serem presos (Foto: Adilson Domingos)
Marcus Vinícius (sem camisa) e Douglas Cristaldo de Oliveira, logo após serem presos (Foto: Adilson Domingos)

Ao investigar tentativa de homicídio ocorrida na madrugada de quarta-feira (5), policiais civis de Dourados, a 233 km de Campo Grande, descobriram ligação do atentado a uma quadrilha de ladrões que há meses vem agindo na região oeste da cidade. Só neste ano, o grupo praticou pelo menos 15 roubos, além de aterrorizar moradores nos arredores do residencial Estrela Tovy.

Foram presos dois adolescentes, de 15 e 17 anos, Marcus Vinícius Rios de Lima, 18, e Douglas Cristaldo de Oliveira, 20, com extensa ficha criminal. Wilson Barbosa da Silva, ferido a tiro pela quadrilha na quarta-feira, também foi preso. Mandado de prisão já existente foi cumprido quando Wilson ainda estava no hospital.

Os adultos foram presos em flagrante por tentativa de homicídio, corrupção de menor, posse de arma de fogo e associação criminosa armada, tráfico de drogas e furto. Marcus tinha sido solto pela Justiça por causa da pandemia do novo coronavírus.

Os adolescentes foram apreendidos por ato infracional análogo à tentativa de homicídio, porte de arma de fogo e associação criminosa armada.

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, chefe do SIG (Setor de Investigações Gerais), a companheira de Wilson, Priscila Calegari da Silva, também será poderá responder por denunciação caluniosa. Por desentendimentos anteriores, ela acusou o ex-marido e o irmão dele como autores dos tiros contra Wilson.

Veja o vídeo com imagens dos presos e dos produtos apreendidos:

A quadrilha – Durante as investigações sobre o atentado a tiro, ocorrido na casa de Wilson e não na rua, como Priscila havia contado na delegacia, os policiais descobriram que os autores possuíam desavença com a vítima devido à disputa por pontos de venda de drogas.

Ontem, o SIG chegou a um dos autores do atentado, o adolescente de 17 anos que estava com arma do crime, revólver calibre 357, considerado de grosso calibre. O adolescente confessou o crime e disse que Wilson e amigos tinham atirado contra ele e os outros integrantes da quadrilha, por isso decidiu se vingar.

Foi Douglas de Oliveira que disparou os tiros. Marcus Vinicius forneceu o revólver, sabendo que seria usado no atentado contra Wilson. Com ele os policiais ainda apreenderam maconha e uma balança de precisão.

Todos confessaram a tentativa de homicídio. O dono da arma confessou que horas antes havia furtado uma residência no Jardim dos Christais, de onde foram levados vários bens. Ele apontou como comparsa no furto o adolescente de 15 anos.

Segundo o delegado, os autores da tentativa de homicídio fazem parte da quadrilha responsável por vários furtos em Dourados neste ano, um deles contra supermercado da região oeste, de onde levaram um cofre. Restaurantes, bares e casas localizadas no Parque Alvorada, Santa Fé, jardim dos Cristais, Mônaco e Europa também foram arrombados pelos bandidos.

Nesta semana, a quadrilha, que já era investigada pelo SIG, furtou R$ 7 mil de uma academia de ginástica. O dinheiro seria usado para pagar os funcionários. Outros membros da quadrilha continuam foragidos.

Alvo dos tiros, Wilson também foi preso logo após receber alta médica (Foto: Adilson Domingos)
Alvo dos tiros, Wilson também foi preso logo após receber alta médica (Foto: Adilson Domingos)