ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, DOMINGO  29    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Polícia estima que quadrilha furtou mais de R$ 1 milhão de fazendas de MS

Em dois dias, chefe do grupo foi preso duas vezes, mas liberado da prisão após pagar R$ 21 mil de fiança

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 18/02/2020 23:42
Motor apreendido na propriedade do suspeito. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Motor apreendido na propriedade do suspeito. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil estima que a quadrilha comandada por Carlos Fischer, de 41 anos, tenha furtado somente no ano passado mais de R$ 1 milhão em equipamentos agrícolas, agrotóxicos e caminhões em fazendas da zona rural de cidades do interior de Mato Grosso do Sul. Entre elas estão Dourados, Maracaju, Nova Alvorada, Fatima do Sul, Rio Brilhante e Naviraí. Em dois dias, Carlos foi preso duas vezes, mas liberado da prisão após pagar R$ 21 mil de fiança. 

O suspeito mora em uma casa de alto padrão ao lado da Escola Municipal Tengatuí Marangatú, em Dourados, onde equipes do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil, com apoio da Força Nacional, encontraram na manhã de hoje vários produtos furtados, inclusive no crime ocorrido em janeiro em uma fazenda em Maracaju, quando equipamentos avaliados em R$ 200 mil foram levados por bandidos.

No furto além de agrotóxicos, foram subtraídos ferramentas de precisão, motosserras, compressores de ar, motores elétricos, filtros industriais e até um GPS utilizado em colheitadeira avaliado em R$ 27 mil. Ontem, Carlos foi preso, mas pagou R$ 6 mil de fiança e hoje após a nova prisão, pagou mais R$ 15 mil para a sua soltura. As investigações continuam no sentido de identificar todos os integrantes da quadrilha.

Equipamentos furtados de fazenda em Naviraí. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Equipamentos furtados de fazenda em Naviraí. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)