ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 30º

Interior

Polícia identifica segundo homem executado por pistoleiros em favelinha

Paulo Sérgio Santos, 30, e Getúlio Vargas da Silva, 37, foram mortos na noite de ontem em uma favela em Dourados

Por Helio de Freitas, de Dourados | 18/07/2018 14:42
Cápsulas deixadas por pistoleiros no quintal de casa onde dois foram mortos ontem (Foto: Adilson Domingos)
Cápsulas deixadas por pistoleiros no quintal de casa onde dois foram mortos ontem (Foto: Adilson Domingos)

Foi identificado como Paulo Sérgio Santos, 30 anos, o outro homem executado por pistoleiros na noite de ontem (17) em na Favelinha Ouro Fino, localizada na região sul de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Getúlio Vargas da Silva, 37, tinha sido identificado no local do crime.

Os dois foram executados a tiros dentro de um dos barracos da favela, localizada perto da BR-163, na saída para Caarapó. Moradores do local relataram à polícia que os atiradores disseram “aqui é PCC” logo após dispararem pelo menos 12 tiros que mataram os dois homens.

Paulo Sérgio Santos não carregava nenhum documento, ma foi identificado pela Polícia Civil através das impressões digitais. A polícia ainda não informou se ele tinha antecedentes criminais. Getúlio tinha ficha policial por tentativa de roubo, violência doméstica e lesão corporal.

Na casa onde ocorreu a dupla execução foram encontrados nove papelotes de cocaína. Moradores que não quiseram se identificar contaram à polícia que os atiradores desceram de um carro branco, possivelmente um Corsa sedan.

Getúlio foi atingido no lado esquerdo com quatro disparos e morreu ainda na cama. Paulo estava levou pelo menos sete tiros, principalmente na face, que desfiguraram seu rosto.

Cápsulas deflagradas foram encontradas nos fundos do barraco, indicando que os matadores recarregaram as armas e deixaram os cartuchos vazios ali mesmo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário