ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Polícia paraguaia inicia operação contra narcotráfico após criação de convênio

Brasil e Paraguai criaram “comando bipartite” após chacina que resultou na morte de quatro pessoas

Por Aletheya Alves e Helio de Freitas, de Dourados | 21/10/2021 17:35
Policiais paraguaios durante operação em Pedro Juan Caballero. (Foto: Divulgação/Senad)
Policiais paraguaios durante operação em Pedro Juan Caballero. (Foto: Divulgação/Senad)

Equipes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai) iniciaram operação contra o narcotráfico em Pedro Juan Caballero, cidade que faz divisa com Ponta Porã, nesta quinta-feira (21). A ação faz parte do “comando bipartite”, criado a partir de convênio entre a secretaria paraguaia e a Polícia Federal do Brasil.

Conforme informado pela Senad, a operação está concentrada no controle de áreas urbanas e rurais com ações operativas e tarefas de inteligência. Todas as ações estão sendo realizadas em conjunto ao Ministério do Interior, Polícia Nacional e Ministério Público.

Senad está realizando controle de áreas rurais em ação nesta quinta-feira (21). (Foto: Divulgação)
Senad está realizando controle de áreas rurais em ação nesta quinta-feira (21). (Foto: Divulgação)

A criação do convênio entre os governos brasileiro e paraguaio surgiu após uma chacina que deixou quatro pessoas mortas em Pedro Juan Caballero. Conforme o site ABC Color, a decisão foi anunciada após reunião organizada pelo ministro paraguaio do Interior, Arnaldo Giuzzio.

Seis brasileiros foram presos na fronteira por suspeita de ligação com a chacina, que envolveu o disparo de 110 tiros de fuzis calibres 7,62 e 5,56. Conforme a polícia paraguaia, três pistoleiros desceram de uma Toyota Hilux Prata.

Morreram no local a douradense Kaline Reinoso de Oliveira, 22 anos, Haylee Carolina Acevedo Yunis, 21 anos, filha do governador de Amambay Ronald Acevedo, a mato-grossense Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, 18 anos, e Osmar Vicente Álvarez Grance, o “Bebeto”, 32 anos, que seria o alvo dos pistoleiros.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário