A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017

21/03/2014 11:50

Polícia prende em flagrante padrasto que abusou sexualmente de menina de 3 anos

Bruno Chaves

Um homem de 43 anos foi preso pela Polícia Civil de Caarapó – a 283 quilômetros de Campo Grande – acusado de abusar sexualmente da enteada de três anos. A ação ocorreu na manhã de ontem (20).

Em entrevista ao Caarapó News, o delegado Benjamin Lax explicou que o caso veio à tona na noite do dia 19 quando uma mulher procurou a polícia para dizer que o padrasto havia abusado da criança.

A mãe da menina disse que percebeu a violência sexual quando levou a filha para usar o banheiro e viu que a parte íntima dela estava ensanguentada. Questionada, a criança teria dito que o “papai” havia feito aquilo.

A mulher ainda contou que o marido era violento. Antes de abusar da criança, ele teria agredido a esposa com socos, chutes e puxões de cabelo, além de tentar golpeá-la com uma tábua de cortar carne.

Depois das denúncias, os policiais foram à casa e encontraram o acusado. Ele negou ter cometido o abuso, porém foi preso da mesma forma, já que havia evidências. Ele foi preso em flagrante.

Lax ainda lembrou que o acusado possui histórico de violência. Recentemente, ele cortou o rosto da própria mãe com um caco de vidro, além de cometer outras agressões contra ela.

A menina de três anos passou por exames médicos. O padrasto está detido e responderá por tentativa de homicídio qualificado, estupro de vulnerável, ameaça e injúria.

Vítima é achada morta com 11 ferimentos de arma de fogo no Centro
Homem de 33 anos foi assassinado com vários tiros, por volta das 23h30 de ontem (22), na Rua Vereador Rogério Francisco Santana, no Centro de Bandeir...
Continuam abertas as inscrições para mestrado em Agronegócios da UFGD
A UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) segue com inscrições abertas para o processo seletivo do mestrado em Agronegócios, para candidatos i...
MPE apura em inquérito possível irregularidades no CCZ de Dourados
O MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) apura desde o início do mês em inquérito civil a existência de irregularidades ambienta...



Meu Deus, até quando essas mulheres vão colocar homens dentro de casa para abusarem de seus filhos, e ainda permitir que seus filhos chamem esses homens de "pai".
P......ta afim de homem, vai pra rua, procura, faz o que tem que fazer, não precisa deixar o filho exposto a isso, cada dia vai ter um "pai" diferente....é um absurdo, tomem vergonha na cara mulherada, que a coisa tá feia....depois não adianta chorar...
 
Jenipher Palhano em 21/03/2014 15:51:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions