ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  28    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Polícia prende quatro e impede roubo de caminhonete em fazenda

Suspeitos armados planejavam invadir propriedade rural em Dourados, mas foram presos pelo DOF

Por Helio de Freitas, de Dourados | 06/10/2021 09:54
Pistola encontrada com quadrilha que planejava assalto em Dourados. (Foto: Divulgação)
Pistola encontrada com quadrilha que planejava assalto em Dourados. (Foto: Divulgação)

Quatro homens que planejavam assaltar propriedade rural para roubar uma caminhonete foram presos nesta terça-feira (5) ,em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A ação do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) impediu os homens minutos antes da invasão à fazenda.

Os suspeitos foram localizados durante patrulhamento ostensivo pelo Jardim Mônaco, próximo à Reserva Indígena de Dourados, região norte do município.

Segundo a assessoria de comunicação do DOF, os militares procuravam um Monza azul que estaria com homens armados, com o objetivo de roubar caminhonete em propriedade rural na região. Durante as diligências, os policiais localizaram o carro com as mesmas características.

Ao ver a viatura, o condutor do Monza abandonou o veículo e tentou fugir para uma mata às margens da rodovia, mas foi alcançado e preso. O homem ainda resistiu à prisão, segundo o DOF.

Uma segunda equipe do DOF abordou os condutores de três veículos próximos a um campo de futebol, na reserva indígena. Durante as buscas pessoais em um dos suspeitos, de nacionalidade paraguaia, foi encontrada pistola Beretta calibre 7,65 com carregador e sete munições.

Além da arma de fogo, os policiais encontraram nos bolsos de um deles um par de luvas e algemas plásticas. Outro homem estava com uma “touca ninja”.

Conforme o DOF, os três homens disseram que assaltaram a propriedade rural na região e que contavam com o apoio do condutor do Monza azul, responsável em repassar informações por celular sobre a presença policial. A ocorrência foi registrada na Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário