A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

17/11/2017 09:36

Polícia procura quinto sequestrador de garoto na fronteira com MS

Quatro homens foram presos, entre eles o organizador do sequestro

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais e familiares com o garoto logo após o resgate, na terça-feira (Foto: ABC Color)Policiais e familiares com o garoto logo após o resgate, na terça-feira (Foto: ABC Color)

Policiais paraguaios procuram um quinto envolvido no sequestro de um garoto de 11 anos, ocorrido domingo (12) em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. Filho do médico veterinário Gabriel Soria e neto do engenheiro Agustín Soria, o menino foi resgatado na noite de terça-feira, na periferia de Pedro Juan.

Já foram presos Sirilo Brítez Benítez, 18, que vigiava o garoto na casa transformada em cativeiro, o suposto mentor do sequestro Marco Antonio Echeverría Figueredo, 23, Daniel Mereles Espínola, 18, que ajudou no crime e Claudio Ferreira, 24, responsável em ativar os dois celulares usados pelos criminosos para se comunicar com a família do menino. Um dos telefones foi deixado na casa.

De acordo com a força-tarefa formada por pelo menos 50 policiais que desvendou o crime, Marco Antonio e Sirilo invadiram a casa da família na madrugada de domingo e levaram o garoto.

Localizado na terça-feira, no cativeiro, Sirilo denunciou o cúmplice e disse que não sabia dos planos de Marco Antonio de sequestrar a criança. Segundo ele, a ideia inicial era apenas assaltar a residência da família. Depois, alegou, foi obrigado a cuidar do garoto.

A polícia suspeita que o quinto envolvido tenha ligação com a família do menino, já que os sequestradores tinham cópias das chaves da casa. Os bandidos pediram inicialmente R$ 400 mil para libertar o garoto, mas depois reduziram para R$ 50 mil. A polícia afirma que não houve pagamento de resgate.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions