ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  16    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Polícia vai investigar se helicóptero que explodiu era usado no tráfico

Há suspeita de que os tripulantes tenham fugido

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 11/09/2020 22:51


 
A Polícia Civil vai apurar se a aeronave que explodiu após queda em uma fazenda entre os municípios de Juti e Iguatemi tinha relação com o tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul. Uma equipe do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) já está no local e há suspeita de que os tripulantes tenham fugido.

"Existem partes da aeronave preservadas que indicam a possibilidade de uma saída rápida, mas ainda não tenho como confirmar", comentou a delegada titular do departamento, Ana Cláudia Medina. Uma das hipóteses é ligação com o tráfico de drogas, mas esta possibilidade ainda está sendo investigada.

Além da equipe do Dracco que já está na fazenda, Ana Cláudia também deve ir ao local, neste sábado (12). "Estou planejando com a equipe Icaro a ida ao local para os levantamentos mais aprofundados por conta da especialidade técnica da equipe", completou a delegada.

Única equipe policial especialista no país a força-tarefa da Operação Icaro, investiga crimes aeronáuticos e acidente aéreos em Mato Grosso do Sul, desde 2016.

A queda

O local onde o helicóptero caiu fica a cerca de 60 quilômetros de Iguatemi, próximo a uma vila rural conhecida como Auxiliadora. Em vídeos adquiridos pela reportagem é possível ver os destroços do helicóptero retorcidos em meio a pastagem, completamente queimada. As imagens também mostram trabalhadores rurais e policiais militares no local. Na região onde o helicóptero caiu não pega  sinal para telefone celular.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário