A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019

21/08/2019 09:17

Prefeitura é alvo de outro protesto, agora de estagiários da educação

Em manifestação em frente ao gabinete da prefeita, estagiários reclamam que além de baixo, salário é pago com atraso

Helio de Freitas, de Dourados
Estagiários de escolas e unidades de educação infantil protestam em frente à prefeitura, nesta manhã (Foto: Adilson Domingos)Estagiários de escolas e unidades de educação infantil protestam em frente à prefeitura, nesta manhã (Foto: Adilson Domingos)

Estagiários da Secretaria de Educação protestam nesta manhã em frente à sede da Prefeitura de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. Eles reclamam dos salários, que além de baixos são pagos com atraso todos os meses.

É o segundo dia consecutivo de protestos em frente ao prédio onde fica o gabinete da prefeita Délia Razuk (sem partido). Ontem (20), moradores de bairros distantes do centro foram ao local para cobrar a retomada do transporte escolar. O serviço foi retomado hoje.

Ao Campo Grande News, uma das estagiárias que participam da manifestação disse que eles ainda não receberam o salário de julho. “Falaram que pagariam na segunda-feira (19), mas não saiu nada e agora estão falando que na sexta-feira vai ter uma reunião para informar que dia vai ser feito o pagamento”, explicou.

De acordo com universitária, os estagiários da educação de Dourados têm salário mensal de R$ 560 por 20 horas semanais de trabalho. “Além do salário baixo, a gente não tem dia certo para receber. Estamos cobrando uma definição sobre o pagamento e aumento de salário”, afirmou ela.

Não há informação sobre o número exato de estagiários na Secretaria de Educação de Dourados. A manifestante que conversou com a reportagem disse que na unidade de educação infantil onde ela trabalha são 8 professores e 12 estagiários. “Estamos fazendo o serviço que deveria ser feito pelos professores”.

A Rede Municipal de Ensino de Dourados tem 45 escolas e 38 Centros de Educação Infantil, onde estudam pelo menos 28 mil crianças.

O atraso no pagamento dos estagiários é mais um capítulo da crise financeira enfrentada pela prefeitura. Neste mês, o município parcelou o salário dos seis mil servidores. Apenas 44% do vencimento foi depositado no quinto dia útil e o restante pago na semana passada.

A prefeitura já anunciou que o problema deve continuar até dezembro e não há previsão de pagamento do 13º salário.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions