A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

23/07/2014 12:35

Prefeitura intensifica ações de prevenção contra a leishmaniose

Leonardo Rocha

A prefeitura municipal de Dourados irá intensificar os trabalhos de prevenção em combate a leishmaniose, com o objetivo de evitar que se aumentem os casos de pessoas e animais infectados. Para isto, houve uma alteração na estratégia de atuação, com fiscalização mais apurada nos bairros da cidade.

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) terá uma equipe disponível para percorrer os bairros, dando prioridade àqueles que já tiveram casos notificados, seja em cães ou pessoas, para que haja a prevenção. No local, são repassados orientações aos moradores para evitar a doença, assim como ações para sua identificação.

A coordenadora do CCZ, Rosana Alexandre da Silva, explicou que neste caso a ação é diferente da dengue, já que é preciso arrastar móveis, com aplicação de inseticida na área interna e externa dos domicílios. “Os agentes ajudam para que tudo ocorra com tranquilidade”.

De acordo com ela, o objetivo é controlar o volume de casos registrados, que necessita da cooperação da população. Os agentes que vão às residências para o combate à dengue, também realizam a verificação sobre a leishmaniose. “Todos (população) recebem orientação, ninguém está livre sobre isto”.

De acordo com o levantamento do município, foram feitos neste ano 1.879 exames em animais, sendo 397 casos considerados como positivos. Foram registrados quatro casos em pessoas, nos bairros Jardim Santa Maria, Jardim Independência e Estrela Verá. Em 2013, apenas uma pessoa morreu em decorrência da doença, já em 2012 houve dois casos, porém estes conseguiram se curar.

Transmissão – Esta acontece quando fêmeas de insetos flebotomíneos infectados picam cães ou outros animais, que depois picam as pessoas, transmitindo o protozoário Leishmania chagasi. Para os seres humanos existe tratamento com uso de medicamentos, já aos animais a saída é a eutanásia.

Práticas de higiene em quintais, abrigos de animais, assim como aplicação de inseticida, e retirada de matérias orgânicas em decomposição, podem prevenir esta doença.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions