ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 33º

Interior

Prefeitura suspende saída de 194 funcionários de frigorífico da JBS

Medida foi adotada em Rio Brilhante após outros 5 funcionários da Seara parados em barreira sanitária apresentarem sintomas

Por Helio de Freitas, de Dourados | 22/05/2020 10:50
Pessoas são atendidas na entrada de Rio Brilhante; seis funcionários de frigorífico confirmados com covid-19 foram notificados em barreiras sanitárias (Foto: Divulgação)
Pessoas são atendidas na entrada de Rio Brilhante; seis funcionários de frigorífico confirmados com covid-19 foram notificados em barreiras sanitárias (Foto: Divulgação)

A partir deste sábado (23), fica suspenso por 14 dias o transporte de funcionários da indústria Seara/JBS no município de Rio Brilhante. Na prática, a medida adotada em decreto assinado pelo prefeito Donato Lopes (PSDB) significa que a empresa não poderá transportar, em ônibus ou carros, os 194 moradores da cidade que trabalham na indústria localizada em Dourados.

A medida foi tomada após seis moradores da cidade que trabalham na indústria apresentarem resultado positivo para covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. O sétimo morador confirmado com o vírus até agora na cidade de 30 mil habitantes é marido de uma das funcionárias da indústria, também infectada.

Os seis trabalhadores da JBS que moram em Rio Brilhante foram submetidos a exames após serem abordados nas barreiras sanitárias instaladas segunda-feira (18) nas quatro entradas da cidade. De acordo com a prefeitura, eles foram abordados nos ônibus que transportam os trabalhadores e apresentaram sintomas da doença. Levados para a unidade de saúde, foram submetidos a exames e o resultado deu negativo.

Na manhã de hoje, mais cinco moradores de Rio Brilhante, trabalhadores da indústria de produtos suínos da JBS, foram detectados na barreira sanitária com sintomas do coronavírus e levados ao hospital local para coleta de material.

Imediatamente o prefeito assinou o decreto suspendendo o transporte. “Fica suspenso a partir do dia 23 de maio de 2020, por período de 14 dias, o transporte de qualquer natureza individual ou coletivo, de trabalhadores/munícipes de Rio Brilhante, para a Empresa Seara Alimentos Ltda., na cidade de Dourados”, afirma o artigo 1º do decreto. O documento afirma que a medida pode ser reavaliada, levando em conta a situação epidemiológica do município.

O prefeito cita que a medida foi adotada diante da necessidade de se conter a disseminação da covid-19 e garantir o “adequado funcionamento dos serviços de saúde”.

Medida extrema – Questionado pelo Campo Grande News sobre o decreto assinado em Rio Brilhante, o procurador do Trabalho em Dourados, Jeferson Pereira, considerou a medida “extrema”.

Segundo ele, apesar de o prefeito, na condição de gestor do município, ter poderes para tal decisão, é preciso avaliar qual vai ser a postura da empresa, já que esses trabalhadores não poderão frequentar o local de trabalho.

A assessoria da JBS foi procurada e prepara nota sobre o caso. Assim que a resposta for enviada, esta reportagem será atualizada com as informações da empresa.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário