A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

03/07/2019 11:26

Prefeitura volta a escalonar salários e paga 70% dos servidores na sexta

Em reunião com servidores nesta manhã, secretário de Fazenda disse que toda a folha será paga até o dia 11 deste mês

Helio de Freitas, de Dourados
Secretário de Fazenda de Dourados em reunião com servidores para anunciar escalonamento de salários (Foto: A. Frota)Secretário de Fazenda de Dourados em reunião com servidores para anunciar escalonamento de salários (Foto: A. Frota)

Como Campo Grande News havia informado ontem (2), a prefeitura não tem dinheiro em caixa para pagar o salário de junho dos seis mil servidores municipais de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande.

Um dia após informar a um grupo de servidores que o pagamento iria atrasar, o secretário de Fazenda de Dourados, Paulo Cesar Nogueira Junior, voltou a se reunir com o funcionalismo nesta quarta-feira (3) e anunciou que a prefeitura vai escalonar os salários, como fez no ano passado.

Segundo ele, o salário de junho será pago a 70% dos servidores municipais na sexta-feira, quinto dia útil do mês. Os demais devem receber até o dia 11 deste mês, com do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), repassado pelo governo federal.

A prefeitura ainda não informou quais servidores vão receber nesta semana, mas a tendência é que seja adotada regra semelhante à de 2018, quando os menores salários foram liberados primeiro.

Na reunião, Paulo Cesar Nogueira Junior também confirmou que o escalonamento deve ocorrer até dezembro devido à crise financeira enfrentada pela prefeitura. De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, ele lamentou a situação e disse que “todo esforço” está sendo feito para reduzir despesas e melhorar a arrecadação.

“Não é uma situação criada por nós, nem da atual gestão, nem de gestões mais recentes. É um legado de décadas, resultado de decisões equivocadas, inconsequentes e que precisam ser corrigidas. Temos a obrigação de entregar a prefeitura numa situação bem melhor do que encontramos”, afirmou.

Entre as medidas para reduzir custos estão a limitação da gratificação de função de confiança e por dedicação exclusiva a 10% do salário-base (antes chegava até a 100%) e exoneração de servidores em cargos de confiança.

Nesta quarta-feira, foi publicada no Diário Oficial do Município a exoneração de 28 ocupantes de cargos comissionados. A prefeitura não informou se haverá novas demissões.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions