A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/12/2015 15:45

Prejuízo a produtores rurais chegam a R$ 800 mil por causa de chuvas

Liana Feitosa

Pequenos produtores da cidade de Deodápolis, a 252 quilômetros de Campo Grande, contabilizam diversos prejuízos devido às insistentes chuvas que atingem a região sul do Estado há cerca de um mês. Em alguns casos, há empresário com perda de R$ 800 mil em negócios devido às chuvas.

A prefeitura da cidade já decretou situação de emergência. Segundo informações dadas ao Campo Grande News pelo Tenente do Corpo de Bombeiros, Max de Souza Tosta, coordenador da Defesa Civil do município, amanhã (14) o documento será encaminhado para homologação do Estado. Posteriormente, caso aceito, o documento será repassado à União.

De acordo com o Tenente, a região conta com a presença de diversas fecularias, por exemplo, onde são produzidos polvilho, fécula de mandioca e amidos. O prejuízo de alguns desses negócios soma mais de R$ 800 mil devido aos estragos em vicinais, estradas e pontes.

Problemas - "Com trechos danificados, o transporte de matéria-prima e de produto acabado é prejudicado", explica o coordenador.

Uma farinheira, empresa de produção de farinha de mandioca, já deixou de vender R$ 137 mil devido ao mesmo problema. Laticínios produtores de leite também estão com dificuldades de escoar a produção.

Em outro caso, uma pequena produtora, segundo o coordenador, deixou de enviar para pontos de venda 400 litros de leite, deixando de vender R$ 3.500.

Outro laticínio está deixando de enviar 4 mil litros de leite por dia para um entreposto de Glória de Dourados, já somando dificuldades financeiras aos empresários da região.

Via - Uma das vias mais utilizadas por moradores do município e da região é a MS-276. Segundo o coordenador, na altura do km 52 a água abriu uma enorme erosão, limitando o espaço para trânsito de veículos.

Já na altura do km 48, a água está invadindo a pista, encobrindo danificações no asfalto que causaram corte de pneus em carros que passaram por ali.

"Tivemos que fechar uma parte da pista e sinalizar para impedir mais prejuízos a quem transita. Sem contar que existem outros trechos que estão submersos devido às chuvas", conta.

"Essa estrada está extremamente perigosa, aconselho a deixarem de utilizá-la", finaliza. 

Polícia carioca pede extradição de traficante preso no Paraguai
A extradição do traficante Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, perto da fronteira com Mat...
Uems recebe inscrições em seleção para cursos de Educação à Distância até dia 22
Seguem abertas até 22 de dezembro as inscrições no processo seletivo de cursos de graduação e pós-graduação, na modalidade EaD (Educação à Distância)...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions