A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020

20/01/2020 18:58

Presídio passa por varredura e número de foragidos pode ser ainda maior

Investigações vão usar imagens de circuito interno para autoridades entenderem como mais de 70 escaparam de uma vez

Marta Ferreira e Aline dos Santos
Agente penitenciário Marcelino Coronel informou que presídio passava por varredura, depois de presos escaparem no domingo. (Fotos: Marcos Maluf)Agente penitenciário Marcelino Coronel informou que presídio passava por varredura, depois de presos escaparem no domingo. (Fotos: Marcos Maluf)

No dia seguinte à fuga de mais de 70 presos neste domingo (19), o presídio de Pedro Juan Caballero, cidade dividida pela sul-mato-grossense Ponta Porã por apenas uma avenida, passou por operação pente-fino nesta segunda-feira (20), segundo informado à reportagem do Campo Grande News no local. Em nome do novo diretor nomeado, já que o anterior foi preso depois do episódio, o agente penitenciário Marcelino Coronel disse que ainda estava sendo feito o trabalho de varredura e também a contagem dos presos.

O número de detentos que escaparam, conforme a lista inicial divulgada, é de 74, todos ligados à facção criminosa brasileira PCC (Primeiro Comando da Capital). O jornal de Assunção ABC Color, porém, fala em 76 fugitivos.

Extraoficialmente, o dado que circulou na região é de que hoje havia 939 internos no presídio. Antes seriam 1019. Ou seja, uma diferença de 80 detentos. O agente penitenciário que conversou com a reportagem disse que as câmeras do circuito de segurança do portão principal, por onde os condenados escaparam, estavam sendo checadas para ver se registraram o momento.

Silêncio – A evasão em massa gerou afastamento de 32 pessoas, entre elas o diretor do presídio, Cristian Gonzales. De acordo com o ABC Color, todos se negaram a falar a respeito do que aconteceu, depois de presos.

A informação das autoridades paraguaias, segundo o periódico, é de que já foram capturadas imagens do circuito fechado e estão sendo submetidas a perícia; Segundo publicado, existe suspeita de que os presos teriam escapado não apenas em um dia, mas em vários. Uma das dúvidas é saber se usaram ou não o túnel de 25 metros escavados. Há indícios de que o túnel tenha sido um disfarce e os internos tenham saído pelo portão principal e, dali, entrado em vans para fugir.

Rua em que fica o presídio de onde mais de 70 fugiram, em Pedro Juan Caballero. Rua em que fica o presídio de onde mais de 70 fugiram, em Pedro Juan Caballero.
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions