A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

24/01/2014 12:50

Presídios de Corumbá serão vistoriados pela OAB na próxima segunda

Bruno Chaves

Na próxima segunda-feira (27), a Comissão Temporária do Sistema Carcerário da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Mato Grosso do Sul) visitará as unidades prisionais de Corumbá – a 419 quilômetros de Campo Grande. Até o momento, o grupo já vistoriou os presídios da Capital, de Três Lagoas e de Coxim.

Episódios de violência e morte no presídio de Pedrinhas, no Maranhão, motivaram as vistorias. O processo, segundo a assessoria de imprensa da Ordem, é uma medida preventiva para evitar novas rebeliões.

“Já sabíamos da situação que iríamos encontrar, pois os próprios dados nos mostravam a realidade”, disse o presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Souza Rodrigues. Mato Grosso do Sul conta com capacidade de 6.446 vagas em presídios, sendo que possui 12,4 mil presos. Os dados representam déficit de 5.954 vagas.

“Desde 2010 a OAB/MS vem alertando sobre esse quadro. Agora cansamos de esperar e vamos cobrar de forma mais eficaz. Contamos com o apoio do Conselho Federal e vamos até os organismos internacionais, se for preciso”, diz o vice-presidente da Comissão da OAB/MS, Luiz Carlos Saldanha Junior, que é membro da Coordenação de Acompanhamento do Sistema Carcerário.

Corumbá – O Estabelecimento Penal de Corumbá, o Estabelecimento Penal Feminino "Carlos Alberto Jonas Giordano" e o Estabelecimento Penal de Regime Semiaberto, Aberto e Assistência ao Albergado de Corumbá serão visitados na próxima segunda-feira.

Já na terça-feira (28) o grupo segue para Dois Irmãos do Buriti. A comissão ainda pretende visitar, na mesma semana, as unidades de Dourados, Naviraí e Ponta Porã.

Homem é morto com quatro tiros por dupla em motocicleta
Homem de 51 anos foi assassinado com pelo menos quatro tiros, na noite desta terça-feira (19), por volta das 19h30, em frente a sua residência, local...
Analista do TJMS é denunciada por esquema de falsificação de documentos
Seis pessoas incluindo uma analista jurídica da 4ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul foram denunciados pelo MPF (Ministério Púb...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions