A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

22/01/2019 08:39

PRF apreende 940 quilos de cocaína, 2ª maior carga da história em MS

Apreensão ocorreu na madrugada desta terça-feira na BR-463; carga está avaliada em R$ 30 milhões e estava em BMW com placa de SC

Helio de Freitas, de Dourados
Fardos de cocaína encontrados em BMW X5 na madrugada desta terça-feira em Ponta Porã (Foto: Divulgação)Fardos de cocaína encontrados em BMW X5 na madrugada desta terça-feira em Ponta Porã (Foto: Divulgação)

Policiais rodoviários federais apreenderam 940 quilos de cocaína na madrugada de hoje (22) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. É a segunda maior apreensão de cocaína registrada em Mato Grosso do Sul. A maior, de 1,5 tonelada, foi feita pela Polícia Federal em Corumbá, em 2015.

A carga apreendida nesta terça-feira estava em um BMW X5 placa ARX- 2612, de Brusque (SC), conduzido por Ademir Amaro da Silva, 37 anos, residente em Ponta Porã. Ele já tinha sido preso pela PRF em 2013 com 93 quilos de cocaína em uma carreta.

O importado foi parado por policiais rodoviários federais da delegacia de Dourados no Posto Capeí, no trecho entre Ponta Porã e Dourados. Os fardos de cocaína estavam no porta-malas e sobre os bancos do carro.

De acordo com o inspetor Waldir Brasil Junior, chefe da PRF em Dourados, o carregamento está avaliado em R$ 30 milhões. Ademir contou aos policiais que pegou o BMW já carregado em Pedro Juan Caballero para entregar em Dourados. Ele disse que receberia R$ 5 mil pelo serviço.

A carga de cocaína seria da facção criminosa brasileira PCC (Primeiro Comando da Capital), que atualmente trava uma guerra com grupos locais pelo controle do tráfico de drogas e armas na fronteira.

De acordo com o inspetor Waldir Brasil Junior, a cocaína apreendida hoje estava sendo retirada do território paraguaio devido à guerra entre as facções pelo controle do tráfico na região e devido ao trabalho de repressão feito pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai.

“Com base nessa informação de que os traficantes estavam se movimentando para retirar carregamentos de drogas do Paraguai, colocamos equipes em pontos estratégicos para combater o tráfico e conseguimos apreender essa carga”, explicou o inspetor.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions