ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Procuradoria denuncia vereador por incentivar boicote ao “lockdown”

PGE registrou boletim de ocorrência contra parlamentar por ações contra a prevenção ao contágio da covid

Por Gabriel Neris e Helio de Freitas, de Dourados | 29/06/2020 21:51
Comércio de Rio Brilhante (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)
Comércio de Rio Brilhante (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)

A Procuradora-Geral de Rio Brilhante, Viviane Lima da Silva, registrou boletim de ocorrência nesta segunda-feira (29) contra o vereador Adão Evandro Pereira Leite (PTB) por incentivar aglomeração e boicote ao “lockdown”.

O município, distantes 163 km de Campo Grande, decretou a medida na última sexta-feira por 14 dias. Rio Brilhante tem uma morte por covid-19 e 316 casos confirmados, 4,1% do total registrado no Estado, e terceiro município com mais registros, atrás apenas de Campo Grande e Dourados, segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde).

De acordo com o documento policial, o vereador tem incitado as pessoas a descumprirem os decretos municipais de isolamento, com objetivo de frear o contágio da covid-19, e utilizado de grupos de WhatsApp para burlar formas de controle e monitoramento.

De acordo com a procuradora, o parlamentar também pede as pessoas para deixarem seus celulares em casa e saíram as ruas para ajudar na reabertura do comércio. O caso foi registrado como incitação ao crime.

Conforme o decreto da prefeitura, órgãos públicos e estabelecimentos privados devem encerrar atendimento presencial. Serviços essenciais, como farmácias e postos de combustíveis, podem abrir, mas somente entre 6h e 20h.

Supermercados, açougues, frutarias e padarias podem abrir de segunda a sexta-feira, das 6h até às 19h, e aos sábados, das 6h ao meio-dia. Serviços de entrega podem ser feitos até às 22h. O toque de recolher inicia às 20h e vai até às 5h.