A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

08/08/2018 10:14

Produtor rural foi morto a pauladas e corpo jogado em canavial

Rapaz de 20 anos preso em flagrante pelo crime já tinha praticado outro latrocínio quando era menor de idade

Helio de Freitas, de Dourados
Julião Cavalheiro está preso em Caarapó acusado de matar produtor rural (Foto: Osvaldo Duarte)Julião Cavalheiro está preso em Caarapó acusado de matar produtor rural (Foto: Osvaldo Duarte)

O produtor Antonio Biagi Neto, 65, vítima de latrocínio na tarde de ontem (7) em Caarapó, a 283 km de Campo Grande, foi morto a pauladas. O corpo foi jogado em um canavial na região do distrito de Cristalina, onde ocorreu o assalto.

Julião Cavalheiro, 20, morador na aldeia Amambay, no município de Amambai, está preso na Polícia Civil em Caarapó. Encontrado sujo de sangue após bater e abandonar a picape Fiat Strada da vítima, o indígena negou o crime, mas não soube explicar porque estava com a carteira com documentos e o celular de Antonio. Ele foi autuado em flagrante.

Segundo a polícia, Cavalheiro possui vários antecedentes criminais, inclusive foi acusado de outro latrocínio (roubo seguido de morte) quando era menor de idade.

O crime – Morador na comunidade Biagi, no distrito de Cristalina, Antonio Biagi Neto estava desaparecido desde a tarde de ontem. Familiares dele tentavam falar com o produtor, mas o celular estava desligado.

A polícia foi informada e logo em seguida a Fiat Strada foi encontrada após o condutor bater na fachada de uma oficina e autopeças e fugir. Havia sangue na carroceria e na roda traseira do veículo.

Duas equipes do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) foram para Caarapó para ajudar nas buscas e por volta de 23h o corpo do produtor rural foi encontrado em uma lavoura de cana, perto da MS-156, rodovia que liga Caarapó a Amambai.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions