ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SÁBADO  06    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Protesto de caminhoneiros avança e bloqueia até a passagem de trem

São quase 30 trechos interditados no Estado; vídeo registrou bloqueio sobre trilhos

Por Liniker Ribeiro e Mirian Machado | 23/05/2018 14:13
Caminhão foi colocado sobre trilhos para impedir passagem do trem (Foto: Direto das Ruas)
Caminhão foi colocado sobre trilhos para impedir passagem do trem (Foto: Direto das Ruas)

Os trechos de protestos de caminhoneiros continuam a aumentar em Mato Grosso do Sul, nesta quarta-feira (23), terceiro dia de manifestação pela alta do combustível, principalmente o diesel. No fim da manhã, até a passagem de um trem foi impedida por um grupo de protestantes, em uma linha férrea no município de Coxim - a 260 quilômetros da Capital.

De acordo com informações do site Chapadense News, um caminhão foi colocado sobre os trilhos da Ferronorte, por volta das 11h. Um vídeo enviado ao Campo Grande News comprova a situação, sendo possível visualizar o caminhão guincho bloqueando a passagem.

"Vocês veem que aqui em Chapadão ninguém brinca com paralisação" afirma um dos manifestantes em vídeo gravado no local. "Trancamos aqui e não passa nenhum trem", completa. Nas imagens, ainda é possível ver um trem parado, metros antes do ponto onde o guincho está estacionado. Um grupo de caminhoneiros acompanha a movimentação na região.

Protestos - De acordo com levantamento da PRF (Polícia Rodoviária Federal), os trechos de interdição no Estado chegam a quase 30.

A maior parte dos bloqueios estão concentrados na BR-163. O protesto não impede a passagem de carros de passeio, ônibus e ambulâncias. Apenas motoristas de caminhões e carretas são convidados a parar e, em razão disso, o congestionamento tem sido relativamente pequeno, não passando de 1 km em cada ponto.

Os profissionais querem a redução da carga tributária sobre o diesel. Reivindicam a zeragem da alíquota de PIS/Pasep e Cofins e a isenção da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico).

Confira abaixo as cidades e os trechos de rodovias onde ocorrem as manifestações, nesta quarta-feira:


Campo Grande BR-163, km 462; BR-163, km 477; BR-163 km 491.
Eldorado - na BR-163, km 39
Naviraí - BR-163, km 117
Caarapó/MS - BR-163, km 206
Dourados - BR-163, km 256; BR-163 km 266.
Rio Brilhante - BR-163, km 324.
Bandeirantes - BR-163, km 548.
São Gabriel do Oeste - BR-163 km 614; BR-163 km 618.
Maracaju - BR-267, km 364.
Guia Lopes da Laguna - BR-267, km 474.
Paranaíba - BR-158, km 96.
Cassilândia - BR-158, km 5.
Chapadão do Sul - BR-060, km 11.
Camapuã - BR-060 km 204.
Sidrolândia - BR-060, km 420.
Três Lagoas - BR-262, km 5.
Paranaíba - BR-158 km 91; BR-158 km 93; BR-158 km 94.
Nova Alvorada do Sul - BR-267 km 246.
Paraíso das Águas/MS, BR- 060 km 62.


Em Bandeirantes, a paralisão chegou a ser total, porém por volta das 11h15, foi liberada a via por sistema pare/siga para veículos de passeio, passageiro e carga viva.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário