A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

29/10/2018 12:49

Rapaz escapa de tortura e membros do "Tribunal do Crime" acabam presos

O fato aconteceu na noite de ontem, em casa no bairro São Bento, em Sidrolândia

Guilherme Henri

Jovem de 20 anos diz que foi sequestrado e depois torturado por membros de facção criminosa durante sessão de “Tribunal do Crime”. O fato aconteceu na noite de ontem, em casa no bairro São Bento, em Sidrolândia – a 71 quilômetros de Campo Grande. A vítima conseguiu fugir, chamou a polícia e quatro suspeitos acabaram detidos.

Conforme o jornal Sidrolândia News, o rapaz detalhou a polícia que, estava em frente a sua residência, quando um veículo preto parou e um ocupante disse “entre no carro por bem ou por mal”.

Com medo, a vítima entrou no carro e foi levada até uma casa no Bairro São Bento. Neste momento, chegaram mais quatro homens. O jovem foi trancado em um dos cômodos da casa onde começou a sessão de tortura.

A vítima detalhou que foi agredido e sofreu ameaças de morte. Os agressores disseram que aquele era o “Tribunal do Crime”, e que os irmãos da facção que decidiriam se ela seria morta ou apenas torturada, quebrando um de seus braços.

No momento das agressões, a vítima ouvia que ela tinha que seguir as leis da facção criminosa. Neste momento, um dos agressores fez uma ligação, que possivelmente estava dentro de uma prisão. A vítima conta, que se tratava de uma “conferência” onde ouviu várias vozes diferentes no aparelho e todos estavam “decidindo” sobre a sua vida.

O rapaz então foi preso em um dos cômodos. Depois de algum tempo, ele percebeu que o agressor que fazia a sua vigia dormiu. A oportunidade foi aproveitada pela vítima, que conseguiu fugir e se esconder numa igreja nas proximidades do Posto Pé de Cedro. Quando percebeu que estava segura, foi até um telefone público e chamou Polícia Militar.

Prisões – Equipe da PM deslocou foi até o local indicado pela vítima. Lá, os militares perceberam a movimentação em uma residência e abordaram os quatro suspeitos. Todos foram reconhecidos pela vítima, entre eles, um adolescente infrator de 17 anos.

O grupo foi levado para a Delegacia de Sidrolândia. Eles responderão por cárcere privado, sequestro, ameaça, tortura e roubo. Entretanto, o veículo preto e o condutor, não foi encontrado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions